Matilha em imediações da Orla II de Petrolina continua assustando ciclistas e pedestres, e leitor cobra providências

30

Mais uma vez moradores da Orla II de Petrolina manifestação preocupação com dezenas de cães espalhados pela área. Segundo o leitor Fábio Rogério Nascimento, os animais, que normalmente ficam nas imediações de dois restaurantes, vem atacando ciclistas e pedestres no calçadão da Orla II.

Já tentei sensibilizar a prefeitura e o Centro de Zoonoses”, informou o leitor.

Este Blog já recebeu a explicação do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) que só faz o serviço de recolhimentos dos cães que apresentem sintomas de doença, o que não é o caso da maioria das demandas desse tipo.

30 COMENTÁRIOS

  1. Eu entendo que o Centro de Zoonose deve tomar uma posição sim, pois, a final de contas o caso se apresenta, claramente, de Segurança Pública, pois essa matilha de cães está atacando pessoas.
    E se em consequência desse ato alguém venha a morrer, pois é plenamente possível, como por exemplo, ao correr para fugir dos cães, cai e morre, ou até mesmo em razão de mordidas.
    E aí, como Fica?

  2. Na Avenida São Francisco,no bairro Areia Branca a situação se repete. Matilhas estão atacando pedestres, ciclistas e motociclistas que ali passam ou estão pegando pedidos nos restaurantes que ali se encontram. Entendo o Centro de Zoonose, mas se tratando de “Segurança Publica, é necessário tomar medidas necessárias de prevenção. Devido a circunstâncias da “pandemia”, esses cães que não estão sendo alimentados, estão totalmente agressivos, avançando para morder e no momento quanto mais evita-se ir a hospitais, é melhor.

  3. Código municipal de saúde de Petrolina-PE.

    “Art. 139-A. Será apreendido todo e qualquer animal:” (AC)
    “I – encontrado solto ou contido nos logradouros ou outros locais de livre acesso
    ao público, nas condições proibidas por este Código e pelas Normas Técnicas
    Especiais da Secretaria Municipal de Saúde;” (AC)
    “II – suspeito ou comprovadamente acometido de raiva ou outra zoonose;”
    “III – submetido a maus tratos por qualquer pessoa;” (AC)
    “IV – mantido em condições inadequadas de vida ou de alojamento;” (AC)
    “V – cuja criação ou uso sejam vedados em lei ou regulamento ou pelas Normas
    Técnicas Especiais da Secretaria Municipal de Saúde;” (AC)
    “VI – que cause incômodo à vizinhança ou risco à saúde e segurança pública;”
    (AC)
    “VII – em propriedades públicas ou particulares, a pedido dos responsáveis;”
    (AC).

    É competência do centro de zoonoses tefolhwr esses animais imediatamente. Está no artigo 139 do município.

    Mentira quem falou o contrário e, no mínimo, má fé de quem não confirmou a resposta.

  4. Código municipal de saúde de Petrolina-PE.

    “Art. 139-A. Será apreendido todo e qualquer animal:” (AC)
    “I – encontrado solto ou contido nos logradouros ou outros locais de livre acesso
    ao público, nas condições proibidas por este Código e pelas Normas Técnicas
    Especiais da Secretaria Municipal de Saúde;” (AC)
    “II – suspeito ou comprovadamente acometido de raiva ou outra zoonose;”
    “III – submetido a maus tratos por qualquer pessoa;” (AC)
    “IV – mantido em condições inadequadas de vida ou de alojamento;” (AC)
    “V – cuja criação ou uso sejam vedados em lei ou regulamento ou pelas Normas
    Técnicas Especiais da Secretaria Municipal de Saúde;” (AC)
    “VI – que cause incômodo à vizinhança ou risco à saúde e segurança pública;”
    (AC)
    “VII – em propriedades públicas ou particulares, a pedido dos responsáveis;”
    (AC).

    É competência do centro de zoonoses recolher esses animais imediatamente. Está no artigo 139 do município.

    Mentira quem falou o contrário e, no mínimo, má fé de quem não confirmou a resposta.

  5. CCZ só acolhe cães doentes ou acidentados. Mas existem ONGs que cuidam, muitos protetores que poderiam fazer esse trabalho, mas sozinhos não conseguem dar conta. São muitos, maioria doentes, atropelados, estado critico de abandono, desnutrição, sarnas, carrapatos. O poder publico poderia ajudar sim, mas ainda falta essa sensibilidade. Pessoas, empresas se ajudassem mais esses protetores, com certeza esse numero seria bem menor. Não vale só cobrar (e temos que cobrar), mas podemos ajudar quem queira cuidar. FAÇA SUA PARTE, AJUDA UMA ONG, tenha certeza que eles vão ajudar a diminuir cenas como essa.

  6. Concordo com os comentários acima citados, só um detalhe, se fosse só cães era de menos, o problema é q TBM tem muitos gatos na msm situação…as pessoas querem criar os bichos e não dão a menor condição, não sabem q os bichanos necessitam de vacinas e outros cuidados!!!

  7. Os metidinhos da ORLA de Petrolina não podem dividir espaço com cães de rua. Só estão acostumados com poodles com pedigree e cheios de lacinhos.
    Pessoas que não gostam de animais e que usam de leis para justificar sua ojeriza pelos caninos.
    “E se em consequência desse ato ALGUÉM VENHA A MORRER, pois é plenamente possível, como por exemplo, ao correr para fugir dos cães, cai e morre”, disse um.
    É de vidro, é?
    Deixa de frescura, rapaz!

    • Alex Silva, seu inveja é de que mesmo?

      Metidinhos por quê? O povo da roça não sabe o que é urbanização, daí acham um absurdo quando falam em retirar animais de áreas urbanas. O que vem a ser frescura? Termo muito usado por aqui. Você poderia fazer uso de um português mais compreensível?

      Compreendo se não teve acesso a educação. Pra que estudar, não é?

  8. A quantidade de cachorro na orla sempre existiu, nunca foi feito nada. Agora com a quarenta muitos cachorros foram abandonados.
    O bom desses cachorros na orla é que vão impedir esse povo sem noção que vai caminhar, correr e andar de bicicleta na orla.
    Não respeita o decreto do governo.

    • Organização mundial de saúde recomenda atividades físicas para fortalecer o sistema imunológico. O decreto do governo se opõe a aglomeração de pessoas. Até o SUS já se manifestou em relação às chances mínimas de contágio em via públicas.

  9. Ali na orla a maioria é rica,já que estão tão incomodados por que não se juntam e compram ração para alimentar esses animais é o mínimo…por que o que eles tem é fome.

  10. Pra quem não conhece:ONG proteger, projeto salvar,upa,eupa,Pata de amor.todas daqui de Petrolina,ajude como eu ajudo que as coisas melhoram 1 Real que seja já ajuda.O que não ajuda é reclamar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome