Araripina: Pela primeira vez à frente da prefeitura, Raimundo Pimentel fala em superar desafios e aposta em aliados para ajudá-lo

0

raimundo-pimentel

O prefeito eleito de Araripina (PE), Raimundo Pimentel (PSL) vai ter de enfrentar, a partir do dia 1º de janeiro de 2017, alguns desafios quando for o ‘dono da caneta’ pelos próximos quatro anos. Um deles é justamente comandar pela primeira vez o Executivo de um dos municípios mais importantes do Sertão Araripe, já que sempre atuou como parlamentar. Detentor de três mandatos de deputado estadual, em 2014 ele abiu mão de disputar a reeleição, ajudando a eleger sua esposa Socorro Pimentel (PSL) à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Agora que está prestes a encarar o primeiro desafio, Raimundo Pimentel terá de superar um maior ainda, prometido por ele durante a campanha: colocar Araripina novamente nos rumos do desenvolvimento, através de uma gestão eficaz.

“Levamos nossa mensagem à população desse sentimento de mudança, de uma gestão séria, responsável, já que as últimas administrações foram desastrosas”, avaliou. Força política não vai faltar a Pimentel, sobretudo porque começou a conquistar esse prestígio quando ainda era deputado.

Além da esposa, o prefeito eleito tem aliados de peso em todas as direções – desde o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), que integra a base do governador Paulo Câmara (PSB), até os senadores de oposição Armando Monteiro Neto (PTB) e Humberto Costa (PT). “Do PSB ao PT, nós temos um leque de forças que irão nos ajudar muito”, afirmou Pimentel.

Câmara Municipal

As expectativas sobre a boa gestão que poderá fazer, mesmo diante do cenário de crise, não desestimulam Pimentel nem mesmo diante do fato de não ter conseguido maioria na Câmara Municipal. Para ele, os vereadores da próxima legislatura vão colocar os interesses de Araripina acima de tudo, inclusive das cores partidárias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome