Marília volta a colar seu nome ao de Lula: “Projeto de Estado com projeto de país”

por Carlos Britto // 18 de outubro de 2022 às 07:20

Foto: Tiago Calazans/divulgação

Momentos antes de se sentir mal após a sabatina na TV Tribuna, na tarde de ontem (17), a candidata a governadora Marília Arraes (SD), da Coligação ‘Pernambuco na Veia’, voltou a destacar sua posição de alinhamento ao projeto comandado pelo candidato a presidente Lula (PT). “Aqui em Pernambuco o povo vai decidir pelo projeto de Estado que defendemos, atrelado ao projeto de país que precisamos. E, nesse momento, ter lado é essencial. Representar o projeto de Lula em Pernambuco é uma responsabilidade grande“, observou Marília.

Durante a entrevista, com a participação dos jornalistas Moab Augusto e João Alberto, a candidata lembrou o gigantesco ato da última sexta-feira (14), quando ela e Lula arrastaram milhares de pessoas pelo Centro do Recife.

Fiquei muito emocionada com a visita do presidente Lula. As milhares de pessoas que estavam lá, em um dia de semana, no meio da tarde, mostraram que têm esperança de um país melhor e de um Pernambuco melhor. Já a outra candidata tem reunido cada vez mais apoiadores de Bolsonaro. Ela diz que não tem candidato a presidente, mas está aliada à tropa de Bolsonaro“, disparou.

Respondendo a João Alberto sobre a reedição da parceria bem sucedida entre Lula e o ex-governador Eduardo Campos, Marília disse que vai ser ainda melhor. “Nós precisamos do governo federal e de um presidente que se preocupe com Pernambuco. E esse presidente é Lula“, reforçou.

Parceria

Sobre a aliança com Lula, Marília reiterou que seu bom trânsito em Brasília, fruto da experiência que teve desde 2019, quando assumiu o mandato de deputada federal, será primordial. “Lula vai nos ajudar a concluir as quatro barragens da Mata Sul, vai nos ajudar a duplicar a BR-423, que inclusive vai para a cidade-natal dele“, disse.

Já com relação ao segundo turno, a candidata foi enfática. “Temos dois projetos. Um que está junto de Lula, que defende a democracia, o fim da miséria, que as pessoas possam comer. O outro lado não se preocupa com isso. Aproveito para repudiar a fala do presidente Bolsonaro sobre as meninas venezuelanas, na última semana. E eu me pergunto: como pode alguém escutar o que essa criatura falou e não dizer nada?“, concluiu.

Marília volta a colar seu nome ao de Lula: “Projeto de Estado com projeto de país”

  1. O POVO TÁ DE ÔLHO disse:

    Projeto de Venezuela para Pernambuco, a propósito, a Refinaria Abreu e Lima não era para ser financiada pela Venezuela? vamos lá ver o sucateamento e onde foram enterrados bilhões de reais? Venezuela que não paga ao Brasil o Metrô que foi construído com dinheiro nosso. Pernambuco com mais um governo esquerdista pode mudar o nome para Pernanzuelo, na verdade o povo já pode se chamar de pernanzuelano.

  2. José Florêncio Coelho Filho disse:

    Não há projeto com perspectiva de futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.