Maria Elena vai apresentar moção de repúdio contra músico da Querosene Jacaré por declaração machista durante festival

por Carlos Britto // 30 de julho de 2013 às 08:44

maria-elenaUma declaração infeliz feita por Ortinho (foto), vocalista da banda pernambucana Querosene Jacaré, vem causando a ira das mulheres em todo o estado. O fato também repercutiu na Casa Plínio Amorim, onde a vereadora Maria Elena (PSB) apresentará uma moção de repúdio contra o artista. O fato aconteceu na noite do último sábado (20), durante apresentação da banda em mais uma edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), no Agreste. Durante o show, Ortinho fez a seguinte declaração: “só respeitem as mulheres grávidas. Nas outras podem meter o dedo no parreco, que elas querem dar. podem meter o dedo, que todo mundo quer f…”.

Profundamente revoltada, Maria Elena escreveu uma carta de repúdio que colocou no seu Facebook reprovando a atitude do músico da Querosene Jacaré. A carta da vereadora foi uma das várias manifestações contra Ortinho que mereceram atenção do diretor do Teatro Santa Isabel, Antonio Cadengue, que teceu duras críticas ao músico.

Todas as mulheres pernambucanas, nordestinas, se sentiram agredidas pela forma como esse vocalista da banda Querosene Jacaré se referiu, em pleno palco, do FIG, que é um evento multicultural e existe há mais de 20 anos”, afirmou a vereadora. “Foi um comentário extremamente depreciativo, instigando o público a desrespeitar a mulher”, completou.

ortinho/Foto reproduçãoComo a sessão de ontem (29) na Câmara era extraordinária, Maria Elena garantiu que fará um duro pronunciamento na abertura dos trabalhos legislativos, contra a atitude do músico. Ela disse ainda estar conversando com os vereadores Alvorlande Cruz (PRTB) e Cristina Costa (PT) no sentido de elaborar um projeto para impedir em Petrolina a apresentação em eventos públicos de bandas que façam apologia sexual de desvalorização às mulheres. Sobre Ortinho, Maria Elena deixa clara sua revolta: “Se eu estivesse lá (em Garanhuns), eu inflamaria as mulheres a tirá-lo do palco com todas as dedadas (nele) que ele sugeriu”.

Maria Elena vai apresentar moção de repúdio contra músico da Querosene Jacaré por declaração machista durante festival

  1. Maria disse:

    Maria Elena, tem que proibir a mídia de divulgar esse tipo de desserviço. Pois se ligar um rádio é o que se houve, lixo, pornografia.

    1. xocó disse:

      Que eu saiba vivemos num país democrático

    2. Anti politicamente correto disse:

      Deixa o cara dizer o q quer, quem não quiser ouvi saia do local, chega dessa tropa de choque cultural que querem ditar oq as pessoas devem falar ou ouvi. Chega!!!!

  2. Marivaldo disse:

    Lamentável o que esse cantor declarou e ainda mais recebendo dinheiro público para seu show. Só desejo que a população boicote os seus shows e seus CDs que polui a Cultura!

    1. Não disse:

      Isso não é musica de Pernambuco não gente, é musica da…

  3. REVOLTADA disse:

    Deve ser filho de chocadeira p fazer cometários ridículos e baixos assim, ás vezes nem estudou coitado(ignorante) é mais um mal exemplo para o país!

  4. Rodrigo disse:

    É contra este tipo de aberração que as mulheres, juntamente com os homens, devem lutar. Buscar serem respeitadas se dando ao respeito, e não se juntando a famigerada marcha das vadias, pois é isto que este camarada aprecia.

  5. verlania disse:

    PERSEGUIÇÃO INJUSTA CONTRA ORTINHO. ADORO SUAS MUSICAS E ELE SO CANTA A VERDADE.
    GOSTAMOS MESMO E PRONTO!

    1. OLHAI UMA MARIA QUEROSENE SE DOENDO KKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Snoop disse:

    Querosene quem???
    Maria Elena, compartilho de sua revolta, mas acho que existem outras prioridades para vc atuar como vereadora.

  7. É uma questão cultural. Desde muito tempo que os valores cívicos, familiares e religiosos vêm sendo destruídos. Esse aí é um caso extremo, mas o resto é igualmente grave. Não se canta mais a natureza, o amor (que nao significa logo sexo), a alegria de viver. Uns vão ralando a “tcheca” no chão, outros se amostrando com carros da moda, elogiando os vícios e o desmantelo.
    Mas a culpa não é só de quem canta; se ninguem escutasse eles cantariam outras coisas. É uma crise geral de valores.
    Temos que fazer algo para reverter essa situação. Comecemos em casa, por mais insignificante que esse gesto possa parecer. Trabalho de formiguinha que vai gerar novas consciências a longo prazo, pois foi a longo prazo que a desordem moral foi se instalando na sociedade.
    As leis são importante para que o dinheiro do povo nao financie sua própria destruição, porém é na consciencia de cada um que tem que começar a reforma da nossa sociedade.

    1. Laura disse:

      Repúdio também este comentário, mas vamos dar “a César o que é de César”. As mulheres precisam começar a se valorizar. Elas mesmas maculam a própria imagem. Bebem demais e se expõem ao ridículo, andam quase seminuas, danças obscenas nos espaços público e assim por diante.

      1. Rodrigo disse:

        Laura,

        Você repudia o comentário, mas apenas resumiu o que ele disse. Não vejo diferença entre “É uma crise geral de valores.” e “As mulheres precisam começar a se valorizar”. São duas afirmações que se completam. Só que o comentário dele foi bem mais além que o seu, pois mostrou “o problema” e deu uma direção para resolução do mesmo, enquanto você só mostrou o fim do problema.

        Esse “artista” só fala este tipo de coisa, porque tem gente que aplaude de pé em nome da liberdade de expressão.

        1. Anti politicamente correto disse:

          Acho que o comentário q Laura repudia deva ser o do cantor, e não o do Pe Francisco. Se é que eu entendi.

          1. Rodrigo disse:

            Tens razão. Eu que me equivoquei. O comentário dela está coerente com o do padre.

  8. ESTAMOS DE OLHOS BEM ABERTOS disse:

    A cultura musical brasileira e sua decadência.
    Diante de todas essas influências,de toda a evolução tecnológica e mental decorrente em todo o mundo,as transformações musicais foram cada vez mais visíveis na sociedade brasileira. Mais visível ainda foi a rapidez de como tudo isso aconteceu,é você olhar pra trás e se dar conta de como tudo se transformou assim,de uma hora pra outra,o que antes era apreciado na nossa música hoje em dia é tratado com desprezo por muitos jovens atuais.Músicas inteligentes,com caráter histórico,com um instrumental deslumbrante,muitas vezes abrangendo temas marcantes da atualidade,de protesto,foram substituídas por letras,muitas vezes,com um caráter totalmente diferente do que era antes,aconteceu uma regressão musical.O que acontece é que tudo isso foi muito mal substituído! É você olhar pro passado e ver o quanto tudo era mais bonito,diferente,e o pior, o que era pra ser um exercício físico e mental, hoje está resumido para físico apenas. O mental se dissolveu nas águas do passado, foi completamente esquecido. Tuntz, tuntz, esse é o som do futuro. Tudo o que hoje é passado amanhã não vai ser mais.A nossa musíca vai ser esquecida pelo passar do tempo como já está sendo.Cadê as poesias musicais? As melodias bem elaboradas? As músicas de protesto? Cadê a cultura nacional? Cadê? É…e como Renato Russo já dizia: “Geração Coca-Cola”.

    1. Rodrigo disse:

      É a revolução cultural sendo implanta a pelo menos 3 gerações.

  9. Alisson disse:

    O dia que vc (Maria Elena) conseguir, lute pro resto do Brasil… Pois é em todo luar que existe isso… Vai ser o fim de 90% do funk e parada nacional…

  10. leão disse:

    Esses vereadores sem projetos,procuram fazer moção de tudo,a fim de aparecer.

  11. Professor Otoniel Gondim disse:

    São paçavras, vereadora Maria Elena, de baixíssimo calibre, principalmente professadas pelo líder de uma banda com respaldo entre os jovens. Estou com você, Maria Elena, ao repúdio total a esse tipo de depreciação para com as nossas mulheres que tanto engrandecem o país.

  12. Ana disse:

    É uma pena que nosso dinheiro, com tanta gente precisando seja para pagar uma baixaria dessa. E a menina que concordou deve mesmo gosta de baixaria, pois pessoas que se prezem não concorda. No dia que o povo deixar de comprar cds desse tipo de música eles vão aprender a cantar coisas decentes.

  13. ISSO É O QUE DA! DIZER QUE VAI METER O DEDO EM TUDO QUE É PARRECO. TÁ VENDO AI.
    TEM PARRECO QUE NÃO GOSTA QUE MECHA NA MERDA DELE.

  14. Alyne disse:

    Nossa… É impressionante ver uma notícia dessas, e ainda ler certos tipos de comentários. Mostra como existem no mundo tantos querosenes. Maria Elena faz muito bem em apresentar essa moção, já que infelizmente não podemos fazer em todos esses tipos de “caras” o que Maria Elena sugeriu.

  15. Pedro Neto disse:

    Aproveita e cria a lei antibaixaria proposta com a finalidade de coibir e proibir ISS para casa de shows e locais públicos para que porcarias desta natureza não venham a ser ventiladas.

  16. Giodai disse:

    A vereadora está certa. O tal do cantor deveria ser preso por obscenidade e por instigar a desordem. Lá em Garanhuns não tem polícia não? Cadê o promotor de lá?!
    Não seria interessante se os tarados de plantão, ao ouvir a “sugestão” do cantor, fossem todos para o ambiente de sua família e fosse meter dedada na mulher, mãe, filha e irmã dele?
    A culpa também é do povo que frequentou o show por não ter repudiado.
    Esse país é uma zona… Querosene Jacaré?! Isso lá é nome de banda de gente !

  17. Ailton de Souza disse:

    Parabéns pela iniciativa, Maria Helena. Esse querosene agora tá queimado, no mínimo ele não gosta de mulher pra pensar desse jeito..

  18. João José dos Santos disse:

    Porque será que esse cara falou isso, hen?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *