Maria Elena reúne autoridades públicas de Petrolina para tentar acabar com badernas na Avenida São Francisco

6
Foto: divulgação

Conforme havia prometido, a vereadora Maria Elena (PRTB) promoveu uma reunião na Sala das Comissões da Casa Plínio Amorim, na última terça (24), com autoridades públicas de Petrolina para deliberar sobre os sérios problemas na Avenida São Francisco. Estiveram presentes representantes do Conselho Tutelar, Autarquia Municipal de Meio Ambiente (AMMA), Ordem Pública, Secretaria da Mulher, Câmara de Vereadores, Movimento de Mulheres, Central Única de Bairros (Cubape), Associação de Moradores da Areia Branca – entre outros.

O objetivo é acabar de uma vez por todas com as arruaças e badernas promovidas por alguns jovens na avenida, que têm tirado o sono de moradores da área. A mais recente delas ocorreu no final da tarde do último sábado (21), após o jogo do Flamengo contra o Liverpool.

Depois de um certo momento, iniciou-se uma briga que assustou não apenas os comunitários, mas também quem passava pelo local. Os envolvidos chegaram a se agredir jogando garrafas de vidros uns nos outros. Além de já ter virado cena comum na avenida, há também a questão dos famigerados ‘paredões’ de som, que são um tormento para quem reside naquelas imediações. Músicas depreciativas contra a mulher, menores ensaiando danças libidinosas e consumindo drogas são outros problemas já detectados em momentos assim na São Francisco.

Esperamos que providências sejam tomadas urgentemente para que nossa Avenida São Francisco volte a ser como era antes, palco de grandes concentrações de pessoas de todas as idades que desejam se divertir com alegria e segurança, longe desse ambiente de horror que um gueto de desavisados querem transformá-la”, destacou a vereadora.

Nova reunião

Como a próxima previsão de concentração popular na avenida deve ser nas prévias e nos dias de Carnaval, ficou acertado que uma nova reunião seja realizada antes disso com a presença de comerciantes de bares e restaurantes da área, para ajustar esse entendimento e reforçar medidas preventivas de segurança.

6 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome