Márcia Cavalcante: “Precisamos apurar responsabilidades”

por Carlos Britto // 18 de fevereiro de 2009 às 20:30

A vereadora Márcia Cavalcante está dizendo nesse momento que acredita na saúde de Petrolina, mas que precisa de ajustes urgentes. Nas presenças do Dr. Marcelo Marques, diretor do IMIP,  e de  Dr. Mndes, secretário de Saúde de Petrolina,  ela disse que em todo contrato, os funcionários precisam ser ouvidos e tinham direito ao menos a opinar. “Achei muito estranho tudo, cadê o conselho? Ninguém viu nada? Três meses depois e nenhum real pago e agora uma crise desse tamanho? Precisamos apurar responsabilidades,”afirmou.

Márcia Cavalcante: “Precisamos apurar responsabilidades”

  1. Petrolina2010 disse:

    Parabéns pela iniciativa vereadora, não deixe que a população de Petrolina sofra mais com tanta negligência na saúde, está na hora de cobramos providências e ações enérgicas, a doença não espera!

  2. Geraldo disse:

    Boa vereadora!!!!

    A saúde pública de Petrolina não pode se acabar.

    O sucateamento da saúde pública só interessa aos saguesugas sócios de uma certa cooperativa que agora esta muito bem representada na prefeitura…

    Por favor não desista dessa luta, contamos com pessoas esclarecidas como você.

  3. antonio carlos disse:

    Nunca tive a menor dúvida, Márcia Cavalcante e diferenciada e suas atituldes não poderiam ser diferente, ou seja muito coerentes. as cobranças tem que existir, mais com a boa vontade de ajudar tambem, isto e ter respeito com o povo. mesmo quando se e oposição não e preciso ver que as coisas que estão no caminho certo e ficar tentando dizer que vão mal. isto e atitulde de político fraco e imcompetente e essa não e Márcia Cavalcante. esta vereadora vai apoiar as coisas boas para o nosso povo, não importa quem faça ela vai estar pronta para colaborar com o bem estar de todos, parabéns vereadora continue assim ao lado do povo.

  4. PROJETO NM-03 disse:

    ISSO MESMO VEREADORA, INJEÇÃO DE OLHO VIVO NESSE POVO, POIS SE NÃO DA FORMA COMO ESTAMOS VENDO DA QUI HÁ ALGUNS DIAS A FORMA DE FHC GOVERNAR DESPERTARÁ COM TODA VORACIDADE. cONTINUE E NÓS , PODE TER CERTEZA ESTAMOS ACOMPANHANDO O TRABALHO DE TODOS QUE SE INGRESSARAM PARA TAL.

  5. Mostra sensatez, a nobre vereadora. Esse é o verdadeiro papel parlamentar. Por outro lado, tem umas ali que “oh my Godness”!

  6. ROBSON PATRÍCIO disse:

    Parabéns vereadora Vereadroa Marcia Cavalcante pois quando V. Sra. fala que os funcionários deveriam ao menos terem sido consultados sobre suas opniões, sou testemunha de que todos os funcionários ficaram a todo tempo alheio a tudo isto sem se quer saber o que estava acontecendo e de que forma iriam proceder com a nova mudança no HDM, devemos fiscalizar e cobrar do Conselho de Saúde um acompanhamento mais de perto e minucioso; esperamos em Deus que nossos Legisladores tenham sempre esta postura.

  7. PETROLINA NÃO PODE ESPERAR. disse:

    Esta bola já foi levantada no ano passado pelo o Diretor da Pró-Matre de Juazeiro Dr. Pedro Filho aqui na Rádio Petrolina FM e Emissora Rural, onde disse que o contrato do IMIP com a Prefeitura superfaturado e que não houve licitação para o mesmo vim para Petrolina, isto é que dar em ter contrato feito fora das normas, Disse ele que um PARTO estava saindo por R$ 16.000,00 reais pasmem os senhores, isto mesmo R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais), e disse mais que a Pró-Matre de Juazeiro, recebia do SUS o valor de (+-) R$ 800.000,00 (Oitocentos mil reais) para prestar serviços nas áreas de URGENCIA e EMERGENCIA, UTI, CIRURGIAS DE TRAUMAS, OBSTRETICIAS (PARTOS), PEDIATRIA, RADIOLOGIA, TOMOGRAFIAS, EXAMES LABORATÓRIAS, quer dizer um CONTRATO GLOBAL por (+-) R$ 800.000,00 (Oitocentos mil reais). Enquanto o IMIP estava recebendo R$ 1.500.000,00 (Um milhão e quinhentos mil reais) só para por duas especialidades (PEDIATRIA E OBSTRETICIA), isto tem que ser revisto mesmo, ainda o Diretor da Pró-Matre disse que por R$ 1.200.000,00 (Um milhão e duzentos mil reais), a sua Instituição prestaria o serviço, havendo licitação é claro. Alguma coisa está errada. Em Juazeiro está havendo licitação para o Hospital Regional, o IMIP está participando e porque não houve aqui. Isto tudo tem que ser revisto mesmo.

  8. PETROLINA NÃO PODE ESPERAR. disse:

    Vereadora Márcia faça uma convocação para o Diretor da Pró-Matre para dar uma esplanada neste contrato, porque ele disse na Petrolina FM na época da sua entrevista que estava a disposição da câmara de vereadora para comentar sobre o assunto, inclusive tinha entrado com uma ação na Promotoria Federal contra este contrato.

  9. PETROLINA NÃO PODE ESPERAR. disse:

    Queiram lê, onde tem CAMARA DE VEREADORA, quero dizer CAMARA DE VEREADORES. brigado.

  10. Bento Gonçalves disse:

    Parabens a vereadora em particular por se ater a temas de interesse da sociedade…maaaasss…andei sabendo q tem colegas dela se dedicando desde já a nobre arte de distribuir titulo de cidadao…caramba, nao tem coisas mais importantes, graves, urgentes para se discutir, propor e cobrar na câmara?! pelamordedeus!

  11. tabareo disse:

    Pura demagogia,onde ja se viu funcionario mandar na empresa?
    Saúde é assunto sério e não palanque para votos.

  12. ROBSON PATRÍCIO disse:

    Caro “Tabareo” não mim entenda mau, apenas fazendo a minha colocação do meu ponto de vista, a particpação dos funcionários tem sido a grande discursão das grandes empresas, pois é essencial que a base tenha interesse em ver a empresa crescer, pois é um conjunto de ações em cadência, todos num mesmo rumo, trabalhando em prol de uma unica causa, em questão, pelo bom atendimento ao publico

  13. Francisco Antonio Ramos disse:

    Comecei a ler os comentários e vendo que era a primeira vez que um político é unanimidade positivo, já estava pensando em parabenizar a vereadora. Então chegou o comentário desse ou dessa TABAREO para falar besteira. Ele ou ela não sabe que com a gestão democrática as empresas estatais ou privadas só têm a ganhar. Afinal, o funcionário se sente, efetivamente, parte da empresa.
    PS. Parabéns a iniciativa e coerência da Vereadora.

  14. Sertanejo disse:

    Como falar em Saúde Pública com um Matadouro interditado. Há dez dias a Caldeira está interditada. Os machantes matando animais cladestinos. Durma-se com um barulho desses. Acho que primeiro tem que ver a situação do que comemos. Depois falamos em Saúde Pública.

  15. Miguel disse:

    Qual foi mesmo a atitude da vereadora? ? ? ?
    Respeito os elogios, mas não entendi tanta reverêncioa dos primeiros comentários.

  16. LUCIANO ALVES DA COSTA disse:

    A VEREADORA ESTÁ FAZENDO SUA OBRIGAÇÃO, COMO PARLAMENTAR – FISCAL DO POVO -É PAGA E MUITO BEM PRA ISSO, NAO VI NADA DEMAIS PARA TANTA RASGAÇÃO DE SEDA, DEVE SER COPIADA PELO RESTO DA TRUPE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *