Manoel da Acosap quer esclarecimentos de secretário Ednaldo Lima sobre contratos do ‘Minha Casa, Minha Vida Entidade’

10

manoel da acosap_640x360Uma discussão levantada na Casa Plínio Amorim, durante sessão plenária da última quinta (6), colocou o secretário de Habitação de Petrolina, Ednaldo Lima, no olho do furacão.

Segundo o vereador Manoel da Acosap, Ednaldo não teria tomado os procedimentos corretos em relação à Lei 2.411 (cujo projeto foi aprovado em 2011, de autoria do Executivo Municipal), referente ao ‘Minha Casa, Minha Vida Entidade’, que deveria contemplar alguns segmentos da cidade com unidades do programa.

Tais segmentos representam os mototaxistas, taxistas, profissionais de imprensa, pessoas com necessidades especiais, agentes de saúde e de endemias, empregadas domésticas, garis, garçons, vigilantes – entre outros. Manoel explica que Ednaldo deveria ter convidado, conforme a lei, os representantes dessas entidades e ver a legalidade e a constituição de cada uma delas, já que todas elas têm associações ou sindicatos que respondem pelos seus interesses.

A entidade precisaria formalizar sua demanda, como manda a legislação. Dentro da demanda de cada uma, a Secretaria (de Habitação) teria de destinar a proporcionalidade de contemplados a cada entidade. E, dentro do seu colegiado, a entidade iria discutir com as pessoas que necessitam desse benefício e enviaria uma lista para o referido cadastro. E não foi feito isso”, garantiu Manoel, com documentos em mãos. “Não há uma transparência. A gente só sabe que tal pessoa fez o cadastro, já assinou o contrato na Caixa Econômica”, completou.

 Esclarecimentos

O programa específico, de acordo com o vereador, destinará mil casas a esse segmento, a serem construídas no bairro Pedra Linda – sendo que no primeiro instante foram cadastrados 500 beneficiários. “Estamos no nosso papel de vereador, e o secretário (Ednaldo) é vereador. Então, que ele apresente a esta Casa os nomes, as profissões de cada um, as entidades a que são vinculados. A partir daí somos nós que iremos avaliar se foi feito de fato e de direito, ou de maneira errada”, justificou Manoel, que apresentou requerimento cobrando essas informações do secretário.

Manoel lembrou a ameaça de um grupo de taxistas em invadir lotes destinados ao ‘Minha Casa, Minha Vida entidade’, no Pedra Linda, justamente porque acredita que a formalização dos contratos não foi feita de maneira correta. Mas preferiu evitar julgamentos a Ednaldo. “Estou fazendo apenas o que enxergo na lei”, pontou o vereador.

10 COMENTÁRIOS

  1. SE REALMENTE EXISTISSE SORTEIO AINDA SERIA BOM, SÓ QUE JÁ TEVE PESSOAS, QUE NEM SE ESCREVERAM E GANHARAM. ISSO PROVA QUE TEM MUITAS COISAS ERRADAS COM ESSES FALSOS SORTEIO. JÁ OUVIR PESSOAS FALAREM EM VEREADOR FICAR COM ALGUMAS CASAS PARA DAR A PESSOAS DELE. PROCUREM VER ESSE SORTEIOS TANTOS PARA OS QUE DIZEM QUE FORAM SORTEADO SEM SER E OS QUE JÁ TEM CASA E SÃO SORTEADOS. NA HORA DAS INSCRIÇÕES AS PESSOAS QUE NÃO SÃO CASADAS, NÃO TEM FILHOS. NÃO TEM NENHUMA CHANCE DE GANHAR. PARA MIM ESSES CRITÉRIOS É SÓ PARA ENGANAR DIZENDO QUE TUDO CORRETO.POR FAVOR FISCALIZEM.

  2. Quem é Manoel da acosap pra pedir esclarecimento diante de uma pessoa que vem fazendo o bom Trabalho nessa area, Esse Manoel deveria da esclarecimento na Policia Federal e Ministerio Publico Federal sobre o que ele afrente de uma Secretaria teria feito c/o Bolsa Familia……..

  3. Bandolero eu não estou aki defendendo nimguem. Mas esse vereador não tem nenhuma moral pra pedir esclarecimento, Um outro vereador c/diginidade e moral politica tem esse direito de pedir qualquer esclarecimento…. Mas esse Manoel da acosap não tem essa moral (Bolsa Familia) Vergonha esse vereadorzinho ainda tem um mandato aki em nossa Cidade(PETROLINA) Cuidado c/a Policia federal e ministerio Publico Federal Sr.Vereadorzinho …. Sua hora ta chegando…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome