Mais um flagrante de desrespeito

34

Revoltado com o que considera “falta de respeito” ao Código de Trânsito, o leitor Demétrio Braga enviou ao Blog o flagrante abaixo, registrado no estacionamento do River Shopping, e fez um desabafo.

Confiram:

veiculo chesfveículo chesfTemos presenciado diversas vezes a total falta de respeito do povo desta cidade com as áreas destinadas a estacionamento de veículos para idosos e deficientes físicos. Chegamos ao cumulo de notar que até de onde deveria vir o bom exemplo, dos carros oficiais ou até empresas públicas, a realidade é muito vergonhosa, como a infração cometida por um veículo com logomarca da Chesf.

Como está descrito na porta do veículo, “USO EXCLUSIVO EM SERVIÇO”, caberia até pela Chesf uma investigação a respeito. As fotos foram tiradas no dia 06/05/2013, às 15h30, no estacionamento do River Shopping, aqui em Petrolina.

A administração do River Shopping, onde as fotos foram efetuadas, bem como as autoridades competentes, devem tomar atitudes mais severas a respeito, devem efetuar blitz constantes ou mais frequentes, pois estes desrespeitos são vistos neste estabelecimento todos os dias. As pessoas são até, em algumas oportunidades, abordadas pelos seguranças. Porém, como eles não têm poder de multar, em algumas oportunidades são até desconsiderados e menosprezados.

Demétrio Braga/Leitor

34 COMENTÁRIOS

  1. Coisa feia, eles acham que são os donos do mundo. A Chesf a muito tempo perdeu a credibilidade primeiro não cumpre com os compromissos basta ver que a linha de distribuição dos parques eólicos não estão prontas. São inaugurados os parques e nós pagamos pela energia que nao foi gerada.
    Agora nem o disciplinamento do seu pessoal consegue fazer. Isto deve ser coisa de funcionário graduado. Aposte, não vai dar em nada a sua reclamação meu nobre Demétrio.

  2. Gente que não tem o que fazer fica usando o blog para divulgar BESTEIRAS, pois o carro é de empresa do Governo sim, mais como é de conhecimento de todos que os motoristas desses orgãos são boa parte IDOSOS, ele parou o carro em vaga destinada para IDOSO e não DEFICIENTE, dentro do shopp não existe lei, pois é só irmos ao shopp e observar os CARRÕES parados proximo daquela entra que dar acesso ao centro medico, e observar quem desce dos CARRÕES são as madames que vão se consultar ou simplesmente bater perna no shopp, mais como são carro novos e de luxo, aqueles FDP dos VIGIAS que so servem para gastar gasolina circulando la dentro, não poe os adesivos nas portas, agora vai um carro VELHINHO caindo os pedaços parar nessas vagas que eles vão logo pregando as MERDAS daqueles adesivos que danifica a pintura dos carros. Este leitor desocupado deveria era observar o que estou falando e não ficar postando BESTEIRA.

  3. Nós, que fazemos a gerência da Chesf em Sobradinho, tomamos conhecimento desse flagrante e, tanto quanto o leitor Demétriu Braga, FICAMOS INDIGNADOS. Iremos apurar o motivo pelo qual o veículo, que DEVE SER USADO APENAS EM SERVIÇO, estava na localidade agir para que fatos como esse não se repita. Além disso, como é obrigação, vamos apurar a situação e agir pelo Normativo e Código de Ética da Chesf cujo objetivo é explicitar os valores e princípios éticos que devem nortear a conduta empresarial nas relações com públicos, bem como a conduta dos seus empregados e empregadas de todos os níveis hierárquicos.
    Caso o leitor, ou qualquer cidadão deseje, poderá, também, fazer denúncias desse tipo pelo contatos, que certamente obterá respostas claras:
    Mensagem eletrônica: ouvidoria@chesf.gov.br
    Telefone: 81-3229.3562 / 3229.2946
    Pessoalmente: agendar por algum dos canais acima.
    Carta: Ouvidoria da Chesf – Companhia Hidro Elétrica do São Francisco

    A partir daí será aberto um protocolo e a Empresa obrigatoriamente terá que fazer uma investigação , apurar todos os detalhes, tomar as providências cabíveis e, caso o solicitante queira, informar do resultado do processo. A pessoa que fizer a denúncia, por opção, poderá ou não se identificar, ficando ao seu critério.
    Independentemente da apuração dos fatos, e das consequências, a Gerência Regional de Operação da Chesf, em Sobradinho, apresenta publicamente suas desculpas pela indignação causada, promete apurar e tratar o fato e, ainda, afirma que faz reuniões constantes com os empregados alertando para o uso de forma ética dos bens da Empresa. Infelizmente, as vezes, algum funcionário pode falhar e comprometer a imagem da Chesf. Prometemos a devida apuração e ratificamos nossas desculpas!
    Edson Gonçalves da Silva
    Gerente Regional

  4. Qual é o objetivo de uma lei? CUMPRIR-LA. Mas a transgresão é só para: os EXECUTIVOS, AUTORIDADES, MAGNATAS e BARÕES. Mas em petrolina a PUNIÇÃO é só para o POBRES. que PAÍS É ESSE? De “hipócritas.

  5. Qual o objetivo de uma lei? Cumprir-la. Mas a transgressão é só para: EXECUTIVOS, POLÍTICOS, MAGNATAS, BARÕES e outros. Em Petrolina não é diferente. A “punição” é só para o “pobre”. que país é esse? De hipócritas.

  6. Funcionário vacilão, na CHESF tem muitos funcionários que são sérios e arriscam suas vidas para manter o sistema elétrico em bom estado, mas seja na policia, politicos, padres, pastores, sempre tem um vacilão que colaca a imagem da empresa/corporação/etç mal na fita.

  7. Pior do que a questão de idade, é o uso de veículo público para cumprir atividade privada. Essa prática é comum em Petrolina. Teve um servidor que foi bater de frente com esse fato, sofreu um processo administrativo e foi demitido.

    • Respondendo ao amigo Jair. Muitas das vezes é normal ver um carro estacionado no river shoping, seja para transporte de material de informática (visto que lá tem varios fornecedores) para uso em escritorio, funcionários CHESF que vem de outras localidades, comprando materiais diversos e podem almoçar na praça de alimentação do shoping, visto que, não é proibido almoçar la usando o carro da empresa. Não é correto usar a vaga destinada a IDOSO/DEFICIENTE, se voce não se enquadra a essas condições.
      Acho errado é fazer esse estardalhaço com coisa de gravidade menor. Vejo um vacilão dando manchete, pois a empresa pelo o que eu vejo os colegas de lá falar SEMPRE toca nessa tecla “NÃO USAR VEICULO DA EMPRESA EM DESACORDO COM OS NORMATIVOS”.

  8. Só uma pergunta a vaga é para pessoas idosa ou carro idoso “VELHO”? não vi na imagem a pessoa que estva dirigido que garante que o condutor não seja uma pessoa idosa? quanto a ouvidoria besteira muitas coisa se compra no SHOPPING será que os carros dos diretor que não tem logo marca exatamente para causa essa situação não tevia ser aberto um protocolo? Nesse caso só os motorista pode ser punido e não que mandou o mesmo ir ao shopiing.

  9. Sr Gerente de Sobradinho

    Sou advogado e vejo este caso como uma afronta as normas e condultas de uma empresa do tamanho de sua companhia .Nós da Sociedade queremos saber do caso apurado , isso não pode ficar impune , a CHESF por obrigação deve uma resposta urgente aqui do que foi apurado , caso não haja resposta , vamos levar esse caso ao Ministério Publico . Carro de Empresa publica é para atender serviços que se diz respeito a energia e não passeios em Shopping .

    Sem mais

    . Kaio Rodrigues

    • Kaio,
      vc tá confundindo shopp com parque de diversão, amigo lá no shopping tem banco, tem infinitas lojas, tem clínicas, enfim a pessoa poderia estar resolvendo algum assunto da empresa, não é porque é shopping que não pode circular carro oficial, a questão é se o condutor é jovem ou idoso, não o motivo dele ter ido ao shopp.

      • Concordo com vc Ando de Bike, inclusive muitos exames periodicos da Chesf são realizados no Shoping… quanto a vaga acho q não há cabimento msm, apesar da pessoa poder ser idosa, nenhuma carro da Chesf tem essa sinalização, logo ele não pode estacionar lá.

    • Seu comentário foi inoportuno meu caro colega.
      Com certeza o funcionário estava em serviço, o que tem que ser apurado é se o mesmo é idoso ou não, mas lhe adianto, que na CHESF só que tem é IDOSO.

  10. Minha opinião é que o motorista da Chesf está completamente errado por ter estacionado na vaga de idoso. A propósito, o Shoping deveria solicitar a PM para deixar um policial durante o dia todo inicialmente conscientizando e depois multando os motoristas reincidenteso pois aquelas vagas não pertencema eles nem por um minuto sequer. Quanto ao fato de estar no Shoping com o veículo da empresa não quer dizer nada se o rapaz tiver alguma razão para estar alé. Afinal no Shoping é melhor do que no centro da cidade para estacionar, lá tem restaurantes, duas agências bancárias, uma lotérica e diversas lojas para comprar. Eu por exemplo trabalho em uma empresa que todos os dias tem dois carros indo no Shoping diariamente para pagar impostos dos produtos que comercializa. Desta forma não podemos ser injustos com o motorista da Chesf,
    será preciso escutar a versão do rapaz, afinal todos são incocentes até que se prove o contrário.

  11. Estamos discutindo algo bem interessante, pois na nossa cidade funcionários de orgãos públicos fazem questão de se aparecer mostrando status de onde trabalha. É veículo da polícia militar, univasf, ministério da agricultura deixando e buscando seus filhinhos na escola, até veículo do próprio ministério público deixa este tipo de exemplo. Vem processos administrativo e no final aquela velha compaixão é pai de família. O outro lado da moeda é trabalhar em empresa privada, no mínimo receberia justa causa.

  12. Muito engraçado os comentários acima citados. A grande maioria pré-julgando um funcionário sem conhecer os motivos reais de sua ida ao River Shopping. Atualmente no Shopping temos clínicas, lojas de informática, supermercado, restaurantes e etc.
    Vamos conjecturar um pouco:
    1- Se o funcionário estivesse indo a uma clínica para realizar seus exames periódicos, não estaria transgredindo nenhuma norma ou lei, estaria em serviço.
    2- Se estivesse comprando algum material ou equipamento para empresa, de informática, ferramental ou para uso administrativo, como resma de papel, cola, etc, também não estaria cometendo nenhum crime, estaria em serviço.
    3- Se o funcionário estivesse almoçando, pois em seu horário de almoço, ele poderia estar trabalhando e resolvendo problemas da empresa, qual o problema?
    4- E se o funcionário for idoso, pois a CHESF é uma empresa que possui a média de idade elevada.
    Conclusão: Pré-julgamentos em demasia, muito fácil isso para o ser humano. Bando de hipócritas que apenas vem o lado ruim das situações. Queria ver se fosse com um de vocês, iriam se sentir injustiçados.

    • Timbucano. VC disse tudo. O povo só serve de massa de manobra na mão de politicos e alguns religiosos inescrupulosos, principalmente os que só votam para ter beneficio próprio, esquecendo o coletivo e no final paga mais caro: Saúde ruim, educação precaria, segurança pública ao deus dará. Vá bater umas fotos da cidade e meta a ripa no prefeito

  13. Pelo que sei o shoping é uma área particular então multar alguém que estacionou em local proibido ou reservado não cabe a PM e nem a EPTTC mias acredito que se tiver uma concessão pública eles podem multar. Pelo outro lado o funcionário poderia ter respeitado a sinalização evitando todo esse transtorno, no entanto o que se observa no cotidiano são pessoas que desrespeitam as leis de trânsito entre outras e a falta de fiscalização por parte do orgão responsável pelo trânsito em nossa cidade.É comum em horário de término de aula no centro da cidade engarrafamento em frente às escolas e guardas sem iniciativa nenhuma de equacionar o problema.

    • Isso mesmo meu amigo. Por acaso você trabalha ou já trabalhou com Sistema Elétrico de Potência?
      Tenho plena convicção que não. Então fique sabendo que quando há problema neste, não tem hora, nem lugar, nem fome. O problema tem de ser resolvido para não haver falta de energia. Para não prejudicar a sociedade.
      Concernente ao Exame Periódico pode ser à tarde sim, qual o problema?
      Você por acaso anda realizando o seu? Se a resposta for sim, vai saber a dificuldade de encontrar vaga num consultório ou clínica.

    • Respondendo a d. oliveira. PODE. Va trabalhar lá que vc vai almoçar as 16:00h só para não deixar voce sem ver as novelas da globo ou seu joguinho de futebal, etç

  14. A imagem não reflete verdade absoluta. Todo e qualquer comentário cairá no campo da suposição, que muitas vezes, acaba descambando para o da leviandade.

    Senão, vejamos:

    1 – A lei não diferencia o direito do idoso (>60 anos), só pq ele é um empregado público. Então, por trás da imagem poderíamos ter um idoso, no gozo do seu direito, estacionando um carro oficial;
    2 – O shopping é um espaço multifuncional, podendo, perfeitamente, ser de utilidade pública a missão do empregado no momento do registro da imagem;
    3 – Considerando que tudo que possa ser derivado da imagem esteja irregular, não há que se associar esta a uma razão social, e sim, ao indivíduo. A este, sim, independentemente de vínculo empregatício, deve-se voltar as atenções, pois, como ele, somos todos nós, passíveis de erro e julgamento; um retrato de uma sociedade que evolue e precisa continuar evoluindo. Sem dúvida, empresarialmente analisando, uma suposta conduta como esta deve ser apurada, pois associa e denigre a imagem da empresa.

    Sem dúvidas que a imagem cumpriu seu papel. Nos trouxe a reflexão, reforçando e construindo nossos valores.

  15. Se a CHESF antes da MP579 lucrava milhões e sempre preza pela qualidade dos seu serviços perdeu a credibilidade porque, por conta de casos isolados. Isso que aconteceu é insignificante se comparado com as realizações feitas e em andamento. em todo NORDESTE e fora dele.

  16. meus amigos, como vocês sabem , ninguem na chesf trabalha, todos ficam assitindo novela, telejornais, lendo revistas de fofocas, jogando dominó, futebol etc… pois simplesmente a energia elétrica que chegam em suas casas, simplemente caem do céu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome