Maçonaria de Juazeiro vira mictório feminino durante Carnaval e gera insatisfação

3

maçonaria juazeiro_640x360maçonaria juazeiro2_640x360Os maçons de Juazeiro não escondem a insatisfação e o incômodo com o que vem acontecendo durante o Carnaval centenário da cidade, aberto oficialmente na última sexta-feira (7).

O problema é que o prédio da Maçonaria virou um mictório improvisado para mulheres – inclusive com a cobrança de uma pequena taxa de R$. A “criatividade” foi reprovada.

3 COMENTÁRIOS

  1. Quem privatizou esse espaço público? pelo que eu saiba, calçada é logradouro público. Então, quem autorizou o uso de espaço público para fins privado? O correto não seria a prefeitura retirar esses tapumes e colocar mictórios químicos. Nem que seja cobrado o mesmo valor, a ser revertido para a mesma pessoa que toma conta, só que sendo mictórios quimicos que não iriam prejudicar o prédio da maçonaria. Urina além de poluir o ambiente e feder, destrói as estruturas do prédio!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome