Lucas Ramos vê “prejuízos gravíssimos” para petrolinenses na disputa judicial entre prefeitura e Compesa, e volta a defender diálogo

11

Mesmo aliado do governador reeleito de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) – também reeleito – reconhece ser “inadmissível” a situação dos petrolinenses em relação aos problemas de falta d’água no município. Segundo o parlamentar, a capacidade de atendimento da concessionária responsável pelo setor, a Compesa, tem recebido os investimentos necessários, mas até o momento se mostram insuficientes. Apesar de admitir isso e de destacar também os esforços da Companhia em combater ligações clandestinas em Petrolina, ou de ressaltar o plano de investimentos da empresa para regularizar o serviço, Lucas discorda do posicionamento do prefeito Miguel Coelho (PSB), que pretende banir a Compesa do município.

“Não há apatia ou falta de preocupação por parte do governo do Estado com os petrolinenses, muito pelo contrário. O momento agora é de canalizarmos esforços, destinarmos mais recursos ainda para que possamos fazer os investimentos necessários e esperados pelo povo petrolinense. E nós estaremos firmes na cobrança de que isso aconteça no menor tempo possível”, declarou.

Sobre o recente posicionamento de Miguel, de que “expulsará” a Compesa de Petrolina até o Carnaval de 2019, Lucas frisou que essa questão passou a ser jurídica, e não é de hoje. “Vem desde a gestão passada,  do ex-prefeito Julio Lossio, e começou ainda na segunda gestão do ex-prefeito Fernando Bezerra Coelho, quando criou a Companhia Municipal de Águas, mas após Odacy Amorim assumir a prefeitura (em 2007), ele (Odacy) fez o caminho contrário. Ele renovou a concessão de água para que a Compesa pudesse operar”, destacou.

Nesse contexto Lucas reforçou que o empréstimo de R$ 38 milhões obtido pela Compesa e aprovado junto ao Ministério das Cidades para a conclusão do esgotamento sanitário da Bacia do Bairro Dom Avelar, não será liberado. A menos, segundo ele, que a Companhia tenha uma segurança jurídica de que irá operar o serviço de água e esgoto em Petrolina.  Ressaltando que esse confronto judicial travado pela prefeitura com a Compesa tem trazido “prejuízos gravíssimos” à população, Lucas voltou a defender que as duas partes voltem a dialogar, como fez Odacy, e tratar da renovação da concessão “definindo novos critérios de atendimento e desempenho”.

Indenização

Lucas deixou claro também que todo contrato de concessão pode ser revogado a qualquer momento, desde que indenizada a parte prejudicada, ou seja, a Compesa. “No caso, eu me pergunto como o município de Petrolina indenizará a Compesa no que diz respeito, por exemplo, a investimentos em tubulação, de sistemas de tratamento de água e esgoto, e que, a partir do momento em que municipalizar o serviço, essa infraestrutura continuará de propriedade da Compesa, e não da prefeitura. Será que o contribuinte petrolinense mais uma vez será obrigado a arcar com os maus feitos da política? Essa é uma pergunta que o prefeito Miguel Coelho terá de responder”, finalizou.

11 COMENTÁRIOS

  1. O Prefeito não precisa explicar! Eu explico!

    O que está enterrado em solo Petrolinense é dos petrolineses!

    A bem público desapropria-se

    A justiça é quem decide.

    A Compesa não pode se apegar a esses fatos para prestar um mal serviço impunemente.

    Apoio a saída da Compesa e se preciso aceito os sacrifícios.

    Lucas, eu te admirava, agora sinto pena. Chegou ao ponto de apelar para o terrorismo! Colocando caraminholas na cabeça do povo para defender os interesses desse crápula do Paulo Câmara! 2020 é logo ali.

  2. Prejuízo é coisa que esse cidadão não sabe, vive em apartamento de luxo em Recife e aqui em Petrolina, queria ver esse rpz sofrendo os desmandos da compesa pra ele vir falar em prejuízo!

  3. DEPUTADO LUCAS RAMOS QUEM TEM QUE PAGAR ALGUMA COISA AQUI É A COMPESA. NÃO EXISTE UM BAIRRO DE PETROLINA SANEADO PELA COMPESA. TODOS OU FORAM A PREFEITURA OU A INICIATIVA PRIVADA NOS CASOS DE LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS. OS ÚLTIMOS INVESTIMENTOS DE MAIS DE 65 MILHÕES NA BACIA CENTRAL DA CIDADE FORAM RECURSOS DA CODEVASF QUE O SENADOR FERNANDO BEZERRA DESTINOU NO GOVERNO DILMA. OS QUASE 5 MILHÕES DO SANEAMENTO DA BACIA JATOBÁ E IDALINO FORAM RECURSOS QUE O SENADOR FERNANDO BEZERRA E O ENTÃO DEPUTADO ESTADUAL MIGUEL COELHO ALOCARAM TRANSFERINDO DA CODEVASF PARA A COMPESA EXECUTAR. PREFIRO FICAR COM MIGUEL E MANDAR DE VOLTA A COMPESA PARA RECIFE DO QUE FICAR COM O SENHOR QUE DEFENDE OS PÉSSIMOS SERVIÇOS DA COMPESA EM PETROLINA. E DIGO MAIS. ODACY AMORIM ERROU QUANDO RENOVOU A CONCESSÃO DO SISTEMA DE ÁGUA E ESGOTOS DE PETROLINA COM A COMPESA. NADA DO QUE ESTAVA NO ACORDO FOI CUMPRIDO PELO GOVERNO DE PERNAMBUCO ATRAVÉS DA COMPESA. DEPUTADO NÃO SEI SE O SENHOR SABE MAIS SÃO ARRECADADOS CERCA DE 9 MILHÕES MÊS PELA COMPESA E DIZER QUE NÃO HÁ RECURSOS PARA INVESTIR NA CIDADE? DEPUTADO PÕE A MÃO NA CONSCIÊNCIA E FIQUE DO LADO DO PETROLINENSE QUE SOFRE COM INÉRCIA DO SEU GOVERNADOR ATRAVÉS DA COMPESA.

  4. ACRESCENTANDO DEPUTADO LUCAS RAMOS OS 38 MILHÕES ESTÃO DISPONÍVEL PELA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA QUE A COMPESA EXECUTE A CONCLUSÃO DA BACIA DOM AVELAR E ANTONIO CASSIMIRO. SE HÁ INSEGURANÇA JURÍDICA PARA EXECUTAR A OBRA, ENTÃO PEÇA PARA A COMPESA DEIXAR DE COBRAR AS TAXAS DE ÁGUA E ESGOTO DO PETROLINENSE. E APROVEITA PEDE TAMBÉM PARA A COMPESA PAGAR OS MILHÕES QUE ELA DEVE AO MUNICÍPIO.

  5. A minha opinião é independente desse ou aquele político, esse conflito que a prefeitura vem criando na disputa do fornecimento de água no município de Petrolina não beneficia o consumidor final em nada. Com o conhecimento e estrutura logistica que a Compesa tem do sistema de distribuição de água e esgoto na cidade, se não está sendo o melhor serviço, imaginem uma empresa que vai começar agora! A prefeitura precisa somar com a Compesa e não dividir, para que juntos possam prestar um serviço de melhor qualidade.

  6. Paulo Câmara mentiu para a população na eleição e ele ficou calado, não fez nada por Petrolina e ainda quer dar uma de que se preocupa com a cidade?

    Volta pra Recife Lucas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome