Líder de facção no Ceará e dois comparsas morrem em confronto com a polícia em Juazeiro

por Carlos Britto // 18 de janeiro de 2024 às 12:00

Foto: Divulgação

O plano de expansão de uma facção paulista no Sertão nordestino foi interrompido na manhã desta quinta-feira (18), em operação das Forças Integradas de Combate ao Crime Organizado (FICCOs) da Bahia e Ceará, além da Cipe Caatinga, da DPF de Juazeiro, do COPPM, do CPME e da PCCE.

Evaldo Batista Ferreira, o “Evaldo Coragem”, líder de uma organização criminosa no estado do Ceará e um forte representante da facção paulista, foi localizado com mais dois comparsas, na Zona Rural de Juazeiro. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), na tentativa de prisão houve confronto e o trio ficou ferido. Os homens foram socorridos, mas não resistiram.

Uma pistola calibre 380, duas espingardas calibres 12 e 20, carregadores, munições e R$ 30 mil em espécie foram apreendidos.

Planos

Ações de inteligência apontaram para a possibilidade do criminoso estar escondido no Povoado de Tomé. Com recompensa de R$ 8 mil oferecida pelo Governo do Ceará, Evaldo Coragem fugiu do território cearense e, segundo investigações, buscava ampliar a atuação da organização criminosa paulista que ele representava.

Além de recrutar novos associados, o criminoso pretendia também explodir agências bancárias no sertão nordestino, com o objetivo de angariar recursos.

As ações de inteligência das FICCOs Bahia e Ceará continuam, buscando identificar outros integrantes da mesma facção que era liderada por Evaldo.

Líder de facção no Ceará e dois comparsas morrem em confronto com a polícia em Juazeiro

  1. MARCIO FRANCO AMORIM disse:

    já que não tem justiça, a policia mata esses criminosos vagabundos, a partir de hoje não dá mais trabalho, chumbo neles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Srs leitores e, redatores deste conceituado meio de comunicação. Aproveitando para parabenizar, pela matéria postada, pois, é história e é…