Levante Popular da Juventude homenageia militante perseguido pela Ditadura Militar

5

felipe

Na semana em que o Golpe Militar completou 50 anos, o Levante Popular da Juventude de Petrolina homenageou, na sessão da última terça-feira (1°), o feirante e militante político Ruy Frazão.

Natural do Maranhão, Frazão vivia em Petrolina na época da Ditadura Militar. Perseguido  pelo Regime, ele  foi levado pela polícia na feira onde trabalhava e nunca mais foi visto.

Durante a sessão de terça-feira, o grupo de jovens apresentou uma proposta de nomear a feira da Areia Branca com o nome de Ruy Frazão. A proposição foi defendida pelo vereador Geraldo da Acerola (PT) ainda será analisada pela Casa.

5 COMENTÁRIOS

  1. E ainda tem pessoas aqui da nossa região que sonha e vive a volta da ditadura!!! Incentivando e difundido este regime. Precisamos ficar atento, precisamos matar um leão por dia, para que este regime não volte!!!
    Vamos ficar atento.

  2. Ele não era realmente um feirante. Era um disfarce de um estudante que fez curso em Harvard. Imagina a ditadura matando a inteligência brasileira. Como foi sequestrado na feira que era sob o viaduto sugiro que o viaduto tenha o seu nome.

  3. Graças aos militares o comunismo não foi implantado no Brasil, poderíamos ter vivido numa ditadura ao estilo de Cuba, da China ou da URSS. Mas do jeito que o PT e as esquerdas estão tomando conta do país, logo precisaremos novamente dos militares.

    • Seu Advogado do Diabo, escrevo “Seu” como tratamento no lugar de Sr. No caso de comentar como homem cabra macho mostrando-se de cara limpa e com seu nome verdadeiro, mas como não é o caso então fico o seu mesmo. Procure se informar melhor sobre quem foi o Sr. Ruy Frazão. Não conseguiu se tornar um engenheiro civil pela Escola de Engenharia da UFPE, pois tinha muito mais inteligência do que o Seu e eu juntos. Sabe-se quem facilitou e ignorou sua captura e sequestro mas precisam ficar calados, pois fantasmas dessas épocas continuam à espreita, ainda vivos. Assim como Péricles, creio que o vereador Geraldo da Acerola poderia ousar mais alto: Todo o Complexo circunvizinho e não só o Viaduto deveria ter o nome de Ruy Frazão. A feira é pouco para Homenagear um brasileiro que teve muito peito para falar na ONU e enfrentar a vil tirania da época!
      Não acredito necessariamente em partidos, acredito em pessoas!
      Sou engenheiro civil formado pela UFPE em 1990 com muito orgulho!

  4. Para variar história contada tendo como fonte comunistas – que, notadamente, usam e abusam de mentiras e sofismas para acobertar seus crimes e demonizar quem fez salvou a nação do genocídio comunista-marxista;

    O Período militar- aquele em que o Brasil mais avançou em sua infra estrutura e crescimento – foi um período de corrupção quase endêmica, pois foi o período que, sorrateiramente, Comunistas aos quais esses decrépitos senhores apoiam, disseminaram suas teorias abjetas em todo o país: Roubos, assassinatos, sequestros de embaixadores, associação com o que mais genocida e mortal há na humanidade foi feito às escuras pelos bandidos revolucionários que hoje comandam a nação, razão de eu ter minha única queixa dos generais: Foram por demais brandos com tal escória vermelha seguidora de Marx, Lênim, stalin e Fidel, e osão até hoje;
    4- Esse “Levante da juventude” não é aquele bando de baderneiros e criminosos que andam pichando prédios públicos e particulares na calada da noite com insanidades e palavras típica de patológicos psicossomáticos, inclusive com desafios à PM e as Forças Armadas? Que tal fazer essas coisa à luz do dia, garotos? Tem muita gente, proprietários de imóveis com muita vontade de conhecê-los pessoalmente. …rs

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome