Leitor reclama de atendimento na 3ª SR Codevasf durante inscrições para ocupação de lotes no Projeto Pontal

3

Um leitor do Blog, que preferiu o anonimato, está reclamando da demora no atendimento que vem sendo realizado pela 3ª SR Codevasf para as inscrições dos produtores rurais interessados em comprar lotes no Projeto Pontal, em Petrolina. De acordo com ele, na última quarta-feira (7), pessoas chegaram a ficar mais 36 horas na fila para pegar uma ficha para serem atendidas.

Acompanhe:

Com intuito de realizar sua inscrição para os lotes do Projeto Pontal, centenas de pessoas – sem apoio nenhum da Codevasf – chegaram a passar mais de 36 horas na fila em frente à Codevasf para realizar sua inscrição. Um absurdo!

Por volta das 21:00 a fila tomava a calçada lateral da Codevasf, de uma esquina a outra, para tentar uma ficha de atendimento para quinta-feira. Porém, já se tinha uma lista com 200 nomes, organizadas pelos próprios populares. Ou seja, teve gente que estava na fila desde a tarde, que não conseguiu ficha para quinta e que terá que aguardar para o último dia.

E não se trata de deixar para a última hora. Dizem os populares que há mais de duas semanas a situação é a mesma. Seria prudente que a Codevasf reavaliasse o prazo de inscrição, pois muitos interessados não conseguiram realizar sua inscrição. Não há estrutura para atender ao imenso público que procura pelo sonho do seu lote agrícola.

(fotos/divulgação)

3 COMENTÁRIOS

  1. O problema é que muita gente, talvez por falta de informação, esteja fazendo a inscrição sem observar os critérios de seleção para participarem do processo de licitação e não de um sorteio, como ocorre nos moldes do minha casa, minha vida e daí terminam ocasionando todo esse problema. Sem falar na venda de lugares na fila, que seria bom averiguar a veracidade.

  2. O cara passa por ai é tanta gente,tem nego ai que não sabe nem ciscar um terreiro, imagina ser um agricultor,devem estar doido para ganhar e vender no outro dia.

  3. O problema é a falta de informação. A maioria das pessoas que estavam lá que eu vi nem leram o edital. A maioria não sabe nem para que serve um edital. A maioria fica horas na fila, e faz a inscrição só para confirmar que estão desclassificados. Acho que a maioria está pensando que ganhará lotes do governo, quando na verdade a Codevasf fará um leilão com as pessoas mais qualificadas, segundo um critério de pontos estabelecido no edital. Se não atingir 25 pontos, não tem nem porque ir para a fila, mas eles ignoram isso. Preferem dormir ao relento, porque isso para eles prova que são merecedores de ganhar um lote do governo… Triste ilusão de nosso povo acostumado ao clientelismo…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

4 × cinco =