Leitor chama atenção para carros estacionados em esquina de rua no Bairro São José

5
Carros estacionados na esquina de rua no bairro São José. (Foto: Reprodução WhatsApp)

Estacionar a menos de cinco metros de uma esquina é proibido, mas em Petrolina muitos motoristas insistem em burlar a lei. Lamentando essa situação, um leitor do bairro São José/Alto Cheiroso, área central da cidade, chama a atenção para casos desse tipo na Rua da Pedreira.

Sem se identificar, ele disse que vários carros são estacionados na esquina, atrapalhando o trânsito. Vale destacar que a irregularidade prejudica o campo de visão dos demais condutores e pode contribuir acidentes. Fica ao alerta para as autoridades competentes.

5 COMENTÁRIOS

  1. Final da rua Maurício de Nassau, defronte ao Corpo de Bombeiros, no Bairro Gercino Coelho, ao lado da Escola Estadual Paes Barreto, rua paralela com a Honorato Viana, proxima à feira de veículos conhecida como “Praça do Rato”, o acesso pra quem entra ou são dessa via PUBLICA é um caos. Terra de ninguém. Diariamente a mesma coisa. Comercialização de veículos de toda espécie em detrimento do povo. Não é possível que seja preciso ainda indicar latitude e longitude para os órgãos fiscalizadores encontrarem essa bagunça. Basta enxergar. Nesses anos estão apenas vendo.

  2. Se fosse só nessa localização que tivessem o hábito de estacionar na esquina. Na frente do posto catavento é o que mais tem. Os carros ficam estacionados em cima da calçada da ExtraFarma, bem na esquina mesmo, muito das vezes atrapalhando a visão de quem sai ali da rua Marco Passos. Lembrando que o posto já tem um estacionamento do outro lado da rua justamente para evitar esse tipo de transtorno. Quando não é na esquina é na rua Marco Passos, nos dois lados atrapalhando também o fluxo. Não é só falta de noção do povo, já foi para o lado da educação mesmo. Pra que ter “carrões” mais lhes faltam educação, bom senso, RESPEITO?! E outra, constantemente tem ou passam funcionários da Ampla e/ou guarda municipal por ali, pode ter certeza que conhecimento desses casos eles já tem mas não tomam nenhuma providencia, e esses casos é muuuito antigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome