Justiça julgará suposta fraude na cota de gênero do PDT em Uauá

por Carlos Britto // 21 de junho de 2022 às 18:00

Foto: Uauá Web/reprodução

Em Uauá, norte da Bahia, uma suposta fraude na cota de gênero nas eleições municipais de 2020, praticada pela chapa do PDT, será julgada hoje (21) pelo Supremo Tribunal Eleitoral (TSE). A ação, movida pela coligação ‘Uauá seguindo em frente e Partido Comunista do Brasil (PCdoB)’, pede a cassação e a perda do mandato dos vereadores eleitos. São eles: Mário Oliveira, Bruno Lima, Rodrigo de Zé Mário e Leila de Jorge Lobo.

Caso a justiça decida pela impugnação, entrariam nos lugares, respectivamente, segundo os analistas políticos da cidade, Bosco do Sindicato (PCdoB), Aroeira (PSC), Junior de Zé Borges (Republicanos) e Jairo Rocha (PL).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.