Justiça intima filhos de Roberta Arraes por disseminação de ‘fake news’ contra Socorro Pimentel e o marido prefeito, em Araripina

0

A guerra dos aliados do governador Paulo Câmara e do adversários Armando Monteiro não é menor na vida virtual. Um dado curioso é que os filhos dos parlamentares, mais hábeis na rede mundial de computadores, estão ajudando os pais políticos a jogar pedra nos adversários, usando as redes sociais.

Na semana passada, o governador Paulo Câmara já havia entra no TRE para pedir a suspensão de uma página que lhe fazia duras críticas, sob a condição de anonimato. Depois da suspensão da página, pelo TRE, o jovem Gabriel Porto, filho do deputado Álvaro Porto, veio a público e assumiu a paternidade.

Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE) concedeu liminar, no último dia 09 de agosto, determinando a remoção de postagens da página “Araripina no Ar”, no Facebook, sob a alegação de produzir notícias falsas contra adversários.

Curiosamente, documentos enviados pela rede social ao TRE-PE mostram emails e números de telefones que conectam os filhos da deputada Roberta Arraes (PP) e do ex-prefeito de Araripina Alexandre Arraes (PSB) às páginas.

O Facebook também foi notificado para identificar o número do IP das conexões usadas na realização do cadastro inicial no site e que fossem disponibilizados os dados pessoais completos (nome, data de nascimento, endereço, CPF e demais dados) dos criadores e administradores do perfil.

Verificou-se que dois dos administradores do perfil são Alexandre Arraes Filho e Humberto Arraes, filhos da deputada estadual Roberta Arraes (PP)

A rede social, em atendimento à determinação do desembargador Eleitoral Stênio Neiva, forneceu os dados e, de acordo com os documentos juntados ao processo, verificou-se que dois dos administradores do perfil são Alexandre Arraes Filho e Humberto Arraes.

Além deles, foram identificadas Pedro Paulo Silvério, Inês Feitosa e Fernanda Braga.

De acordo com a reclamação de Socorro Pimentel, a página era dedicada a denegrir a imagem da deputada estadual do PTB e do seu esposo e atual prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), “com acusações falsas e difamatórias”.

Com as informações oficiais trazidas pelo Facebook, os advogados da deputada Socorro Pimentel peticionaram ao desembargador e presidente da Comissão de Propaganda do TRE- PE, Stênio Neiva Coelho, informando os nomes dos responsáveis pelos ataques à parlamentar e ao prefeito, como também os locais onde eram acessados a página “Araripina no Ar”, entre eles a Agência Estadual de Tecnologia da Informação.

O TRE determinou à juíza da 84ª Zona Eleitoral de Araripina, Angélica Chamon Layon,  que cite os filhos da deputada Roberta Arraes para que, no prazo de dois dias, apresentem defesa.

Além disso, serão intimados a depor pela Polícia Civil de Pernambuco, em razão da denúncia feita pelos advogados de Socorro Pimentel à Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos. (Com informações do Blog de Jamildo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome