Juiz federal determina “imediata suspensão” do impeachment de vice-reitor da Univasf

17
Foto: reprodução/arquivo

O juiz federal da 17ª Vara, Arthur Napoleão Filho, determinou em despacho eletrônico esta semana, a “imediata suspensão” do processo de destituição do vice-reitor, Professor Valdner Ramos, “no âmbito do Conselho Universitário” da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). De acordo com o magistrado, “é evidente a incompetência daquele órgão (CONUNI) para destituir o vice-reitor”, tendo em vista que a destituição dos cargos comissionados de confiança da universidade é de livre nomeação do reitor e do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Arthur Napoleão Filho também chama a atenção para indícios de “ausência de justa causa e da violação à legalidade” durante todo o processo. Tais fatos poderão render indenização por danos morais decorrentes do “procedimento indevidamente adotado pelo Conselho Universitário”.

Com base nos fatos apresentados de “violação à legalidade, ao devido processo legal, à ampla defesa e ao contraditório”, o juiz deferiu pedido de antecipação de tutela em regime de urgência, com base no Artigo 300 do Código de Processo Civil. Ele ainda determinou que o não cumprimento da ordem judicial  resulte em pena de multa diária de R$ 2 mil.

O processo ocorre devido a fatores políticos de inconformidade com a gestão pró tempore, advinda da vacância do cargo de reitor com a suspensão da lista tríplice da eleição do final do ano passado, devido supostas irregularidades. O processo contra o professor Valdner é mais um capítulo da novela da resistência e ações de embargo à gestão da Univasf por parte de alguns integrantes do CONUNI.

17 COMENTÁRIOS

  1. Senhor Carlos Britto, Eu como Representante do CONUNI da Univasf, convido vossa pessoa a assistir as reuniões do CONUNI, elas são transmitidas pelo Canal da TV Caatinga. Acho que após isso, as tuas reportagens sobre as decisões do CONUNI serão menos distorcidas, pois acho que tuas fontes são bem enviesadas.
    Agora mais que 2/3 do CONUNI virou alguns inconformados? uma piada! Quer dizer que mais que 2/3 do CONUNI tinha cargos na gestão anterior? Uma piada ao quadrado!

    • Conselheiro Rafael Torres, ocupante de cargos comissionados na gestão Julianeli e Telio. Sempre tentando defender o chefe. Desde o dia da formação da lista tríplice enviesada que tenta defender o indefensável
      Aqui está o link que o senhor cita. Inclusive está pontuado o momento em que os conselheiros tentam retirar o processo em troca de cargos na gestão pro tempore.

      REUNIÃO 03/07

      1h44min43s Conselheiro: “Não é PAD, não é julgamento,… é político …impeachment ou destituição ou seja lá qual for o nome é um processo político , não disciplinar.
      1h56min Conselheiro pergunta o que o Reitor está propondo
      1h57min13s Reitor começa a explicar e é interrompido pelo jurídico
      1h58min 03s O jurídico interrompe e fala : “deixa eu falar aqui é …Professor Paulo, eu, éé..Eu acho, prezados conselheiros,que o que o Prof. Paulo tá colocando aqui, é que ele ta querendo discutir, justamente a ocupação dos cargos no âmbito da UNIVASF. É isso professor?
      1h59min Reitor explica que poderia discutir a troca de alguns cargos por conta do desgaste que tem acontecido
      02h01min43s Conselheiro : é professor…
      [16:38, 23/07/2020] https://www.youtube.com/watch?v=CHfc1BH86Mg
      02h07min28s Conselheira : O reitor fez uma colocação agora que eu acho que se, realmente for cumprida na próxima semana, esse processo, talvez nem venha a acontecer…
      02h09min17 outra conselheira interrompe a fala da conselheira TAE e fala “O que tá acontecendo é que o conselheiro *discente(autor da denúncia) tá dizendo é que a gente vai hoje votar, se for acatada o processo ééé, o processo vai continuar e nós teremos a reunião da comissão com o interventor e a depender do que for resolvido nessa comissão, a gente pode ou não suspender o processo…”
      Essa manobra é prova do quanto o Conselho está comprometido.

  2. Briga política dentro da universidade ! Cede por poder corrompe o homem ! Será q foi tentado outro caminho antes de destitui o vice-reitor ? Bem assim é pra calar ou invadir a privacidade do presidente , aí pode !

  3. A politicagem que rege à Univasf é grande! Melhorar o ensino que é bom, nada. Enquanto brigam por cargos e outras coisas irrelevantes, a universidade continua a ocupar uma posição horrível no ranking nacional e internacional.
    Triste ver que a melhor universidade que temos no interior do Nordeste é ainda, comparada ao nível nacional, horrível.

  4. Decisão justa !! Enquanto outras federais já estão tendo aula, os alunos da Univasf saem prejudicados por conta de rixa política e ambição de cargos pelo Conselho universitário, que supostamente deveria estar trabalhando em prol da educação e dos estudantes, agilizando o processo de retomada das atividades e não embargando, como o que ,pelo visto, ocorre.

  5. É só assistir a essas reuniões do Conuni, que a gente percebe o “engajamento” desses conselheiros.. Só falam de QUERER diálogo, quando lhes convém. DIÁLOGO=CARGOS.
    chega a ser patético. Seria menos vergonhoso pra eles cumprirem seus papéis de ensino e pararem de POLITICAGEM dentro da universidade.

  6. Pelos comentários percebe-se o quanto os membros do CONUNI só pensam em cargos, que pode ser comprovado pelas falas nas reuniões. Vão trabalhar pessoal e deixem de prejudicar os alunos.

  7. Quem cargo é o vice reitor que alias, nem foi eleito para estar neste cargo e ainda pediu uma multa de 20 mil reais a univasf nesta ação. Está pagando de vitima, mas ele que assumiu um cargo sem ser eleito….

  8. A Univasf precisa urgentemente de mais técnicos (tae) e menos politicagem barata. Na contra mão de todas as universidades do país, a univasf tem mais professores do que técnicos. Acorda pessoal.

  9. Só vejo gente muito polida e que sabe muito( ahahaha piada) sobre a universidade. Falam em altos salários e professores que não trabalham… Pois bem… O Vice reitor só está na univasf pra conseguir aumentar seu currículo lates e ascender politicamente,os alunos de administração podem falar um pouquinho sobre ele com todo prazer,basta perguntar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome