Juazeiro se mobiliza para ‘Dia D’ de combate ao trabalho infantil

por Carlos Britto // 10 de junho de 2022 às 19:02

O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é lembrado em 12 de junho. Por este motivo, em Juazeiro (BA) as Secretarias de Educação e Juventude (Seduc) e a de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) realizarão, em parceria, um adesivaço do ‘Dia D’ de Combate ao Trabalho Infantil’. A mobilização acontecerá neste sábado (11) na Praça Jardim São Francisco (antiga Praça do Vaporzinho), Orla I, das 8h às 12h.

O objetivo da programação é explicar quais são as formas mais comuns de trabalho infantil e reforçar os canais de denúncia. No evento, o adesivaço será feito pela equipe técnica das secretarias e também serão expostos trabalhos dos alunos participantes do projeto ‘MPT na Escola’.

As escolas municipais Dom Avelar Brandão Vilela, Maria de Lourdes Duarte e Paulo VI foram convidadas a participar do momento, que também contará com a participação do patrono da Academia Brasileira de Contadores de Histórias, William Fernando Soares.

De acordo com o coordenador municipal da ação, Airton Soares, o Dia D é importante para que crianças, adolescentes e adultos se conscientizem em combater essa prática, prevenindo a violação de direitos. “O projeto do Ministério Público do Trabalho sempre visa à compreensão da sociedade civil sobre a erradicação do trabalho infantil. Este ano, estamos contando com o evento para reforçar ainda mais o recado“, contou.

Premissa

A Seduc e a SEDES são responsáveis pelo projeto ‘MPT na Escola’, organizado pelo Ministério Público do Trabalho e direcionado a alunos do 4º ao 7º ano do Ensino Fundamental da rede pública municipal de ensino. O tema do projeto este ano é ‘A Escola no Combate ao Trabalho Infantil’, contando com palestras sobre o tema e um concurso de atividades artístico-culturais promovidas no espaço escolar.

Juazeiro se mobiliza para ‘Dia D’ de combate ao trabalho infantil

  1. Paulo disse:

    O que eu não consigo entender é menores não podem trabalhar que é crime mas roubam matam estrupam e não pode responder por seus atos pode até votar decidir o futuro de um país ou estado só não podem ser culpado dos atos vergonha vamos ter uma geração de incompetente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.