Juazeiro realizará 11ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

1

Juazeiro (BA) realizará nesta terça (23) e quarta-feira (24) a 11ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Com o tema central ‘Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências’. A abertura acontecerá às 14h, no Centro de Cultura João Gilberto. Já no segundo dia, o evento seguirá a partir das 8h.

A conferência é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) e pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), acontecendo a cada dois anos. O objetivo é mobilizar os integrantes do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), crianças, adolescentes e a sociedade para a construção de propostas voltadas para a afirmação do princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas, fortalecendo, consequentemente, as estratégias e ações de enfrentamento às violências.

De acordo com os organizadores, a partir da conferência será possível apontar os desafios a serem enfrentados e definir ações para garantir o pleno acesso das crianças e adolescentes às políticas sociais. “A ideia é formular propostas para o enfrentamento das diversas formas de violência contra crianças e adolescentes, propor ações para a democratização, gestão, fortalecimento e participação de crianças e adolescentes nos espaços de deliberação e controle social das políticas públicas“, afirmou a diretora de Proteção Especial, Fátima Carvalho.

A conferência terá como base os cinco eixos: garantia dos direitos e políticas públicas integradas e de inclusão social, prevenção e enfrentamento da violência contra a criança e o adolescente, orçamento e financiamento das políticas para criança e adolescente, participação, comunicação social, protagonismo de criança e adolescente, e espaços de gestão e controle social das políticas públicas de promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente.

Protagonismo

Nos dois dias de conferência os participantes poderão propor ações para a garantia e a qualificação da participação e protagonismo de crianças e adolescentes nos diversos espaços, como escola, família, comunidade, políticas públicas, sistema de justiça, conselhos de direitos da criança e do adolescente, entre outros. As informações são da assessoria da PMJ.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome