Estação meteorológica em perímetro irrigado de Juazeiro vai orientar produtores quanto a problemas causados por variações climáticas

0

Estação meteorológicaO perímetro irrigado Curaçá, na zona rural de Juazeiro (BA), agora conta com uma estação meteorológica que deve ajudar os produtores a enfrentar os problemas causados pelas variações climáticas. O equipamento foi instalado na noite de ontem (17) por técnicos do Centro de Estudo de Monitoramento de Alerta de Desastres Naturais (Cemaden).

A estação visa a ampliar a rede de coleta de dados meteorológicos no semiárido baiano, especialmente nos períodos de seca, quando se torna ainda mais necessário o monitoramento do clima para a gestão dos recursos hídricos disponíveis. O líder técnico de projetos do Cemaden, Guilherme Almeida, informou que, entre outras aplicações, os dados registrados pelas estações meteorológicas são importantes também para confirmar as perdas de safras por causa da seca ou excesso de chuvas, assegurando aos agricultores o direito de receber os seguros como o Garantia Safra.

As estações meteorológicas medem a precipitação, temperatura, umidade relativa do ar, velocidade do vento e a radiação solar, registrando e armazenando os dados por um ano. “Conhecidos estes cinco parâmetros meteorológicos, a estação calcula a evapotranspiração, ou seja, a necessidade correta de irrigação, dados estes que servirão para todos os agricultores da região, orientando-os quanto à quantidade de água a ser aplicada nas culturas desenvolvidas”, explicou o líder técnico de projetos, Michael Romenito Júlio.

Economia 

Segundo o diretor de Agricultura da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Juazeiro (Seapa), Jailzon Sena, esses dados são de fundamental importância para a racionalização do uso da água. “Com a instalação da estação meteorológica, os produtores do distrito de irrigação terão informações diárias da quantidade correta de água a ser aplicada nos cultivos irrigados. Isso vai propiciar economia de água e energia, com reflexos na melhoria da produção e proteção ao meio ambiente, evitando-se o desperdício de água”, frisou.

O projeto é uma parceria entre os governos federal (por meio do Ministério da Ciência, Tecnologias e Inovação), estadual (através da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Reforma Agrária e Pesca), e municipal (com a Secretaria de Agricultura). Vale destacar que os dados podem ser obtidos por leitura direta no aparelho ou através do site www.cemaden.gov.br. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome