Jovens desaparecem e são encontradas mortas no Distrito Industrial de Petrolina

23

iml no distrito industrial

Duas jovens foram encontradas mortas nas imediações do Distrito Industrial de Petrolina, no final da manhã desta segunda-feira (5). Segundo informações, elas estavam desaparecidas desde o início da manhã de hoje, quando saíram de casa para ir ao trabalho.

Relatos dão conta de que as vítimas, que estavam com as mãos amarradas, teriam sido estupradas antes de serem assassinadas. As Polícias Civil e Militar já estão no local. Os corpos serão encaminhados ao Instituto de Medicina legal (IML). Outras informações pelas próximas horas. (foto/reprodução WhatsApp)

23 COMENTÁRIOS

  1. A pergunta é: Será que a polícia realmente vai encontrar e PRENDER quem fez isso??
    Temos em menos de 1 ano: o caso Beatriz,….aquele outro caso do quati que o cara matou um menino por conta do WIFI, já sabem até quem foi o assassino mas até agora ele não foi preso ….. !!!

    • provavelmente a proxima pergunta será: por que esse cara estava solto? é o que tem ocorrido com frequencia no nosso dia a dia. a quantidade de pedido de prisão negado, ou, a quantidade de liberdade provisoria e outros tantos e absurdos beneficios para criminosos, que só o brasil consegue criar, fazem com que crimes como esse tornem a acontecer tantas e tantas vezes. nosso pais se recusa a punir exemplarmente criminosos, diante dessa decisão encontramos facilmente criminosos com dezenas de processos, inclusive de crimes hediondos, andando nas ruas e tornado a cometer crimes sem importar mais o grau de gravidade. situações onde são presos “PELA POLÍCIA” DEZENAS DE VEZES, e posteriormente postos em liberdade de forma extremamente assustadora em um absoluto e flagrante desrespeito com o cidadão de bem que paga seus impostos e que procura seguir de forma correta as regras desse pais.

  2. Lamentável, a pouco tempo a menina beatriz e agora isso, por isso tenho vontade de entrar pra polícia. Para pegar uns marginais desse e descer fogo pra cima, lugar desses mosntros é no cemitério e não na cadeia.

  3. Esse crime foi cometido por alguém que era conhecido das vitimas pois mataram para não serem delatados, e não foi cometido apenas por uma pessoa, e a última deixa é… investiguem familiares(tios-primos-etc), O POVO é a voz de Deus…

  4. Quem cometeu esse crime não agiu só e era conhecidos das meninas por isso as mataram, investiguem os parentes próximos(tios, primos, etc…) o POVO é a voz de Deus!

  5. Quem cometeu esse crime não agiu só e era conhecidos das meninas por isso as mataram, investiguem os parentes próximos(tios, primos, etc…) o POVO é a voz de Deus!

  6. Isso so vai melhorar quando a soiedade acordar e começar a agir resolver fazer justiça com as proprias mãos pois e isso que essa justiça fragea quer até agora as leis e esse código penal fuleirol so faz proteger vagabundo!!!!!

  7. O governo deveria liberar armas de fogo de vez, ou liberar pelo menos o uso de Tasers ou sprays de pimenta, para que as pessoas possam se defender de sociopatas como estes que praticaram esta monstruosidade, já que o estado tem falhado em proteger as pessoas!

    • O uso já é liberado desde 2013, sendo necessário apenas ser maior de 18, ter residência fixa e comprovante (nota fiscal) da compra de locais legalizados. Procure se informar apenas, pois a mídia não divulga isso.

  8. É necessário uma mudança urgente nas leis do nosso país…Esta monstruosidade se chama falta de punição para os praticantes desses absurdos. E nós cidadãos onde vamos parar. Hoje, as leis só serve para protege vagabundos…

  9. Não há perspectiva de melhora, se não houver reforma profunda no sistema de segurança pública. De resto só a educação da criança. E mesmo assim, teremos que esperar por uns 15 ou 20 anos para vê os efeitos.

  10. Quem foi esse monstro, que fez isso !? Assustador , quando eu soube desse crime tive calafrios , também duas meninas no distrito federal foram mortas , não sei se no mesmo dia que ocorreu esse crime , mas elas também tiveram uma morte parecida. Vamos orar , porque nesse caso só nòs resta orar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome