José Batista da Gama faz balanço de gestão, comemora futura reforma do matadouro e revela novidades no setor de feiras para 2018

0

Um ano positivo com ações voltadas ao desenvolvimento da agricultura e consequentes melhorias para o homem do campo. É o que diz o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário de Petrolina, José Batista da Gama, ao fazer um amplo balanço em entrevista a este Blog. Entre as ações, quase 100 poços perfurados, aumento de mais de 500 agricultores cadastrados no Seguro Safra, implantação de terreiro produtivo, Programa Água Boa, construção de médias barragens e patrolamento de 650 km de estradas.

Antes de finalizar o ano, mais uma boa notícia: a reforma do matadouro público da cidade. A assinatura da ordem de serviço vai acontecer amanhã (21), às 9h, nas instalações do matadouro, Bairro Jatobá. Para José Batista, a obra representará um marco para a cidade.

É um marco de grande importância para a economia de Petrolina e também para o aspecto social e de saúde. Encomendamos um projeto básico para ver o que precisava ser recuperado, atendendo a um Termo de Ajuste de Conduta do Ministério Público e às necessidades de outros órgãos. Depois que constatamos todas as necessidades, abrimos a licitação. Ela foi ganha por uma empresa do Recife. A parte de construção civil está orçada em torno de 1,3 milhão e vamos abrir licitação para o maquinário, que vai envolver mais R$ 400 mil. Então, nós vamos investir R$ 700 mil de recursos da prefeitura e R$ 1,1 milhão do Ministério da Agricultura. Teremos, praticamente, um novo matadouro”, explicou José Batista.

O secretário ainda explicou que a previsão de início das obras é para o início de 2018, com possibilidade de finalização no meio do ano. “Estamos com a possibilidade de começar as obras em janeiro, e em junho colocaremos esse matadouro em funcionamento. Depois discutiremos a parte de gestão, para que os envolvidos não tenham dificuldades no atendimento.”

De acordo com José Batista, “amanhã entrará na Câmara de Vereadores um projeto de lei do Executivo, para a gente firmar parceria com agricultores na contratação de horas/máquinas para desobstrução, limpeza e construção de pequenos barreiros. Os agricultores terão de 5 a 20 horas/máquinas para fazer esse trabalho de infraestrutura na sua propriedade. O agricultor pagará somente o combustível, e a gente vai entrar com os equipamentos e o operador.”

Feiras livres

O secretário ainda revelou estar buscando recursos para a implantação de duas feiras livres para Petrolina. “Essas feiras serão dotadas de boxes de carnes e peixe. Serão 90 boxes de carnes e 30 boxes de peixe, além de arruamento para frutas, verduras, miudezas, confecções, cereais, uma praça de alimentação toda circundada com grandes, portões de entrada e de saída, um verdadeiro Mercado Municipal. Estamos nos espelhando na feira de Livre de Paulo Afonso, que é uma das melhores do Nordeste brasileiro e uma também que existe em Salvador. Os recursos serão da ordem de R$ 10 milhões e estamos buscando junto ao senador Fernando Bezerra Coelho”, finalizou José Batista, dizendo que uma nova licitação para implantação da Central de Orgânicos de Petrolina sairá em janeiro, e a zona rural da cidade ganhará 6 quadras para a prática de esportes, fruto do trabalho do ministro Fernando Filho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

3 × 5 =