Jornalista dinamarquês desiste de cobrir Copa do Mundo no Brasil: “Limpeza social” para gringo ver

3

jornalista dinamarcaAssim como milhares de jornalistas em todo o mundo, Mikkel Jensen sonhava cobrir a Copa do Mundo no Brasil. Mas depois de dois meses em Fortaleza, no Ceará, o repórter independente da Dinamarca desistiu e voltou para casa na última segunda-feira (14). Já em sua terra-natal, Mikkel compartilhou a decepção no Facebook, acusando o governo de promover uma “limpeza social” para gringo ver.

“O sonho se transformou em um pesadelo. Durante cinco meses, fiquei documentando as consequências da Copa. Existem várias: remoções, forças armadas e PMs nas comunidades, corrupção, projetos sociais fechando. Eu descobri que todos os projetos e mudanças são por causa de pessoas como eu – um gringo e também uma parte da imprensa internacional. Eu sou um cara usado para impressionar”, escreveu Mikkel em seu Facebook.

No relato, Mikkel conta que se preparou por dois meses e meio, veio ao país com antecedência, para ter contato com a cultura local e aprender Português. Durante a última estada, no entanto, se deparou com histórias tristes, como a de um menino de rua, Allison, que teria lhe oferecido ajuda.

“Um cara com uma vida muito difícil. Ele não tinha nada – só um pacote de amendoins. Quando nos encontramos ele me ofereceu tudo o que tinha, ou seja, os amendoins. Esse cara, que não tem nada, ofereceu a única coisa de valor que tinha para um gringo que carregava equipamentos de filmagem no valor de R$ 10 mil e uma Master Card no bolso. Incredível. (sic) Mas a vida dele está em perigo por causa de pessoas como eu. Ele corre o risco de se tornar a próxima vítima da limpeza que acontece na cidade de Fortaleza”, escreveu.

Repercussão

O caso ganhou repercussão em seu país e veículos da imprensa local abordaram o assunto com destaque. Seu post na rede social já teve mais de 13 mil compartilhamentos. No Brasil, o caso também ganhou repercussão. Embora a maioria dos brasileiros concorde com Mikkel, há também quem defenda o país e se preocupe com a imagem negativa que ele está tendo lá fora. No Facebook, muitas pessoas apoiaram a iniciativa do repórter. (Fonte: Extra/foto reprodução Facebook)

3 COMENTÁRIOS

  1. em todas as copas do mundo o pais sedes sofreram com os gastos, entrou menos dinheiro com o que saiu. vivemos em um pais que falta tudo, saneamento(é ai onde surgem muitas das doenças) escolas públicas de qualidade (se pagam muito pouco ao professor) saúde pública a desejar. o padrão exigido para se realizar uma copa entra em contraste com a nossa realidade. o mundo ira conhecer verdadeiramente o Brasil os seus corruptos, seus politicos sua forma de governo suas negociatas e por cima conhecera em grande parte uma população desculturado desprovidos de valores cuja o lema é a lei da vantagem. sei que aparecera muitos patriotas contrarios a essa minha opnião ,mais sinceramente gostaria de ter outra mais não consigo ter diantes dos fatos e das verdades

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome