João Roma alfineta Neto sobre suposta declaração de que não seria ministro de Bolsonaro

por Carlos Britto // 04 de julho de 2022 às 17:54

Foto: Blog do Carlos Britto

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL/foto), fez um desafio ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil): provar que ele afirmou que não aceitaria ser ministro da Cidadania do Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). O desafio foi lançado durante entrevista aos jornalistas Cíntia Kelly e Igor Guimarães, na manhã desta segunda-feira (4), na Rádio CBN.

Em entrevista anterior à rádio, Neto disse que foi informado da nomeação de Roma para a pasta pelo jornalista da GloboNews, Gerson Camarotti. “Quero que ele prove que eu disse para ele que eu não seria ministro”, desafiou Roma. O pré-candidato do PL revelou que ele mesmo ligou para o ex-prefeito de Salvador. “Eu estava na minha fazenda e ele estava passeando nas Dunas do Maranhão”, disse.

Roma salientou que a reação de ACM Neto foi típica de quem não suporta ver a ascensão de colaboradores. “De uma forma medíocre, mesquinha e egoísta, depois de ver uma pessoa que se dedicou durante 20 anos ao projeto político dele, não ficou feliz com minha ascensão e usou de todas as armas, inclusive de perseguições, de práticas arcaicas, para que eu não pudesse avançar e ajudar os brasileiros naquele momento difícil“, disse o pré-candidato ao governo baiano, referindo-se ao período em que o país enfrentava à pandemia e as consequências sociais e econômicas à política de travar a economia defendida tanto pelo ex-prefeito quanto pelo governo do PT na Bahia.

Na entrevista à CBN, Roma também revelou que ACM Neto ficou um ano sem falar com o ex-prefeito de Feira de Santana e ex-candidato a governador, José Ronaldo – que, em 2018, no último debate realizado antes do primeiro turno, na TV Bahia, declarou apoio a Jair Bolsonaro (PL). “Mas ele [ACM Neto] ficou para o passado e isso ele vai poder ver nas eleições de 2 de outubro”, apostou Roma, ao também destacar o grande sucesso de público da passagem do presidente Jair Bolsonaro nos dia 1º e 2 de julho na Bahia.

João Roma alfineta Neto sobre suposta declaração de que não seria ministro de Bolsonaro

  1. Miguel disse:

    Isso só valida a boa política praticada por ACM Neto, qdo não se alia e corta vínculo com quem apoia genocida. Vai levar no primeiro turno. A Bahia vai ganhar muito com a sua eleição.

  2. Mendes disse:

    Vou votar em João Roma e Juazeiro em peso vota João Roma para governador junto com Bolsonaro. JUAZEIRO agora que está parecendo uma cidade de vergonha e com João Roma com parceria de Bolsonaro JUAZEIRO-BA vai longe.

  3. Hélio disse:

    A Bahia sempre teve os seus currais dominado por algum politico, primeiro foi ACM, nos últimos anos pela corja dos petistas, agora ACM neto que fazer a mesma coisa, só que o povo baiano estão acordando e despertando pra a realidade, o exemplo disso foi a grande multidão que prestigiou a visita do presidente Bolsonaro a Bahia no ultimo final de semana.
    Enquanto o bandido de 9 dedos montava fotos pra enganar os bestas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.