Irpaa celebra 30 anos de existência e sua atuação na construção da Convivência com o Semiárido

0

Entre os dias 23 e 27 de novembro, o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa) celebrará 30 anos de existência e atuação na construção da proposta de convivência com o semiárido. Para divulgar e reafirmar as principais linhas de atuação da instituição junto à sociedade, serão realizadas atividades virtuais através do canal do Youtube do Irpaa (TV Irpaa), debates e discussões acerca do tema central do evento, que este ano traz no título “Irpaa 30 anos: Construindo a Convivência com o Semiárido”. Este momento contará com participações especiais de pessoas que fizeram parte da história da instituição.

Nesta segunda-feira (23), primeiro dia do evento, a partir das 19h30, a celebração será iniciada com a live temática “O que é Convivência com o Semiárido e que sociedade queremos?”, com o presidente do Irpaa, Haroldo Schistek, e o sócio e agricultor Luís Mota, mediada pela sócia Maísa Antunes. Participarão também Mirtes Cordeiro, Dom André de Witte e Marilene Bispo, parceiros na caminhada da Convivência. A live pretende elucidar ao público – que estará acompanhando virtualmente – o significado do lema principal do Irpaa e salientar a busca por uma sociedade mais justa, na qual os direitos e as necessidades de povos e comunidades tradicionais que vivem no semiárido sejam garantidos. Também terá apresentação musical do cantor e compositor Neudo Oliveira, além da interação constante com o público.

A semana de celebração dos 30 anos do Irpaa será encerrada com a live temática “Perspectivas e defesa da Convivência com o Semiárido” na sexta-feira (27), a partir das 19h30. Entidades parceiras, movimentos sociais, agricultores e agricultoras farão parte do momento, pontuando os principais entendimentos acerca da proposta da convivência, avaliando o que já foi feito ao longo dos anos e construindo novas possibilidades de atuação na sociedade, reforçando o protagonismo e o engajamento dos povos e das comunidades da região. No dia também haverá música e o lançamento das cartilhas produzidas pelo Irpaa – “Experiências de Recaatingamento no Semiárido brasileiro”; “Balaio de Histórias – Entre as Caatingas e as águas: Educomunicação no Sertão do São Francisco”; e “Comunicação para a Convivência com o Semiárido”. Além disso será lançado o  livro de autoria da Jornalista Jacira Felix, “O amor conduz a verdade”.

Para Tiago Pereira, coordenador institucional do Irpaa, a programação do evento evidencia o trabalho de construção da Convivência com o Semiárido durante três décadas, e a celebração dessa trajetória é também uma forma de renovar forças para seguir com o propósito da instituição. “A convivência dá conta de perceber o fator da seca e aponta essa compreensão de que é um fenômeno natural. E dá conta de tratar de questões estruturantes nessa região do semiárido, que historicamente foram negligenciadas, principalmente pela ação do Estado brasileiro, como o debate de terra, território, políticas públicas, produção apropriada […] Então, a celebração dos 30 anos é um momento de reencontro e reflexão de quão foi importante esse trabalho ao longo desses anos […] Nós estamos num momento de muitos retrocessos, muitas perdas, e que a gente precisa retroalimentar a esperança, e esse trabalho da convivência tem ajudado as populações a viverem de forma digna em seus territórios”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome