Irecê: Cadela da Polícia Civil localiza 132 kg de maconha enterrados

1
(Foto: SSP-BA/Divulgação)

Em Irecê, no norte da Bahia, a cadela “Singer” – da raça Pastor Malinois, da Polícia Civil (PC) – localizou, na segunda-feira (4), 132 kg de maconha enterrados. A ação aconteceu durante a Operação ‘São João Limpo’, que também prendeu três traficantes em flagrante.

Equipes da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê) e do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), através de ações de inteligência, identificaram um dos detidos, Luiz Antônio Lopes, o ‘Lula’, o qual estaria cooptando pessoas para vender entorpecentes na região.

As apurações descobriram também que uma casa às margens da BA-052 vinha sendo utilizada pela quadrilha. No imóvel, além de Lula, Carlos Alberto Jesus dos Santos e Djalma Rodrigues Ribeiro Filho foram presos. Em um dos cômodos os policiais civis acharam 3 kg da erva prensados.

Com a possibilidade de encontrar mais maconha, a cadela Singer foi acionada e, no quintal, farejou outros 132 kg enterrados. Munições de calibre 32 e R$ 2 mil em espécie também foram apreendidos. “Grande derrubada. As equipes estão de parabéns e agora vamos aprofundar para saber origem da droga e capturar outros integrantes“, declarou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis. Com informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome