Incra: Superintendente regional e integrantes do MST tentam consenso para desocupação de prédio do órgão em Petrolina

0

Ainda permanece ocupada a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Petrolina. Na manhã de ontem (20), cerca de 300 pessoas ligadas ao Movimento dos Sem Terra (MST) invadiram as dependências do órgão, vindas de acampamentos do Projeto de Irrigação Pontal Sul.

À tarde, no mesmo dia, o superintendente regional Bruno Medrado se reuniu com os coordenadores do MST, quando foram discutidas ações para aquisição de áreas destinadas a assentar as famílias acampadas.

Em contato com este Blog, Bruno Medrado fez questão de lembrar que existe uma decisão da justiça federal determinando às famílias desocuparem as áreas que serão leiloadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) até o próximo dia 28/02. Segundo Medrado, o Incra já possui áreas que estão sendo avaliadas e vistoriadas para a criação de assentamentos.

No final da tarde de ontem o MST solicitou a presença de algum diretor da sede do Incra em Brasília (DF), que pudesse garantir os recursos financeiros para aquisição das terras. Medrado afirmou que haverá mais uma reunião na manhã desta quarta (21), com o MST, mas se mostrou preocupado com a paralisação dos serviços do Incra por conta da ocupação. “Temos todo um público que necessita dos serviços prestados pelo Incra. Temos muitas metas de créditos, infraestrutura e titulação de assentamentos. Não podemos deixar de atender nosso público por muito tempo”, frisou o superintendente regional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

5 + 15 =