Horácio Freire bate forte na gestão de Paulo Câmara: “Temos um governo que fechou nossas associações e excluiu policiais por defenderem seus empregos”

4
Foto: CMP/divulgação

O mais novo representante da Casa Plínio Amorim, vereador Horácio Freire (PMN), reforçou em seu primeiro discurso da tribuna, na sessão plenária de ontem (21), o tom que dará enquanto estiver ocupando o assento de sua colega Cristina Costa (PT), que se licenciou do cargo para intensificar sua campanha a deputada estadual. O Governo de Pernambuco na gestão de Paulo Câmara (PSB) será um dos alvos de Horácio.

De acordo com o vereador, que também deverá ter a mesma postura de oposição de Cristina, os policiais militares trabalham sob a ‘lei da mordaça’, sendo impedidos de mostrarem à sociedade a dura rotina dos quarteis. Horácio destacou que ele próprio, apesar de agora estar aposentado da corporação, a qualquer momento pode ser notificado ou até preso administrativamente, mesmo na condição de legislador.

Temos um governo que não nos escuta, um governo que fechou nossas associações representativas e excluiu policiais por defenderem seus empregos, seus salários. De outro lado tivemos policiais militares do alto escalão presos na Operação ‘Torrentes’, mas até hoje estão nos quadros da polícia”, cutucou.

No campo municipal, Horácio ressaltou que seu foco será os debates e projetos de interesse coletivo. Ele lamentou, por exemplo, o fato de alguns parlamentares reclamarem de ter suas emendas congeladas’, que poderiam estar beneficiando o município, por questões do período político-eleitoral.

Governo Miguel Coelho

Sobre o desempenho administrativo do prefeito Miguel Coelho (PSB), ele afirmou que vai se aprofundar durante o tempo em que ficará na Casa para ver as ações feitas em prol da população. “Assim como sou recente na política, Miguel também é, e até agora só vi as dificuldades. Temos a questão das 2.140 pessoas Nova Semente que perderam o emprego. Além disso vamos cobrar um concurso público de verdade, e não ficar só dizendo na imprensa”, completou, acrescentando que manterá “um discurso coerente” no Legislativo. Como já havia adiantado a este Blog, Horácio pretende também levar adiante o Programa ‘Fala Petrolina’, pelo qual pretende ouvir os reclames da população nas comunidades do município.

4 COMENTÁRIOS

  1. O discurso do vereador é afinado aos interesses de FBC. Portanto, vereador Horácio BEZERRA COELHO, se você quiser fazer algo nesse seu pouco tempo, pois Cristina vai perder e voltar, comece fiscalizando a Câmara cujos os cargos públicos, em desacordo com a CF 1988, são loteados entre os apadrinhados dos vereadores, em detrimento de concursos públicos. É tão vergonhoso loteamento dos cargos da Câmara, que o seu presidente teve wue demitir as pressas muitos apadrinhados para fins de adequação a Lei de Resp Fiscal no que toca aos gastos com pessoal. Na verdade, a situação dessa Câmara é feia, a começar pelo prédio.

  2. É mais um para defender a casta do funcionalismo. Quer moleza fique sem trabalhar, se estivesse na iniciativa privada estaria trabalhando o dobro! Essa gente está muito mal acostumada com trabalho pouco, hora de alguém entrar na presidência e colocar essa gente nos eixos, abolir trabalho de meio turno, cortar os salários que estão acima da média do mercado, acabar com a estabilidade e acabar com o sindicatos achacadores.

  3. Ele quando voltar para trabalhar procure logo aposentar se não vão manda-lo lá pra china,não tem jeito estes camaradas já entram defendendo seu lado,e se o governo colocou policias para fora por que alguma coisa de errado tinha,duvido qualquer funcionário público perder o emprego assim a burocracia é grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome