Honestidade para servir

por Carlos Britto // 23 de dezembro de 2008 às 10:00

Tenho deixado sempre os comentários livres. Mesmo quando a opinião é mais dura em relação ao editor do blog. Acho mesmo que o espaço tem que ser total e cada um pode opinar e dizer o que deseja, contanto que não seja ofensivo ou desrespeitoso. Isso eleva a discussão e abre possibilidades. Mas quero dividir com vocês uma pergunta que me fez uma comentarísta do Blog e mais algumas pessoas que me ligaram:

Carlos, você não viu nada de mais interessante no discurso de diplomação de Dr Júlio que a referência que ele fez ao filho?

Não ví não. E na verdade nos discursos todos nada apareceu de novo. Foram todos previsíveis. Os agradecimentos de sempre, as citações erradas, o lembrete das campanhas e as frases de efeito que todo mundo já conhece. Falar do filho ou da família sempre me parece muito bem. E foi mesmo o melhor que se falou alí.

Culpa de Júlio Lóssio? Nenhuma. Não se pode esperar de alguém que ganhou uma linda eleição apenas com o desejo de mudança e a vontade do povo que ele já conheça os caminhos e  a precedência dos atos.

O que faltou foi assessoria. Alguém com a honestidade de chegar pra ele e dizer que o palanque não estava mais alí e que participaria de um evento oficial com ritos, normas e precedência oficial. Faltou dizer pra ele que cabia um discurso bem escrito e lido com o esmero que se espera do gestor da cidade. Faltou alí, como faltou na hora de sua frase infeliz a revista  Veja de que lhe deram as chaves e ele  não sabia dirigir o carro.

É preciso gostar do prefeito não só pelo cargo que se recebe mas com o cuidado para com sua imagem, suas declarações e nova postura. O governante não é apenas uma pessoa, é a representação de uma instituição. De uma comunidade inteira que votou e espera melhores dias e mais oportunidades.

Ficar dizendo sim senhor e achar ruim a mera observação sem ajudá-lo, não me parece correto.

Honestidade para servir

  1. ATENTO disse:

    Concordo com o editor do blog na afirmação de que falar da família é sempre bom, mas discordo integralmente quando diz que o Lóssio ganhou somente com o desejo de mudança. Todos em Petrolina sabem que não houvesse a traição por parte dos correligionários do PSB, a história seria diferente.

  2. Robson Patrício disse:

    Caro amigo, gostei de suas colocações, foram “impar”n e é assim que o blog deve se manter, pois neste momento o nosso Prefeito Júlio Lóssio deve ter uma acessória eficiente, deve apartir de agora pensar muito mais do que falar, ou falar depois que pensar.
    Parabéns pelo seu blog e gostaria de saber qual o e-mail para envio de denuncias, queixas, elogios que devemos enviar para seu blog.

  3. Eleitor de Júlio disse:

    Ao que parece o prefeito que escolhi por vontade de ver o novo, o moderno triunfar, em detrimento da velha politica representada pelo Dep. Patriota, anda, ou desanda um pouco.

    Parelhou a equipe de informantes (teria ele criado uma ABIN?) mas esses não despertaram para o aconselhamento politico-administrativo de forma concreta e sem potilicagem. Esse binômio deve existir daqui pra frente, senão a administração sucumbirá.

    Prefeito: cuidado com os conselheiros, cheque as informaçãoes que lhe passam, confie deconfiando. Como dizem: durma com um olho aberto e o outro fechado.

    Parabens pelo blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.