Henry diz que espera contar com Lossio no palanque da Frente Popular: “Não é só minha expectativa, como é o meu desejo”

2

henry_640x427Se depender da vontade do pré-candidato a vice-governador, Raul Henry (PMDB), o palanque da Frente Popular ainda contará com o reforço do prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB).

A declaração foi dada ontem (10) por Henry, durante coletiva de imprensa no Senai Petrolina, momentos antes do encontro político-eleitoral promovido pela Frente Popular na cidade.

Mesmo afirmando que cada diretório do PMDB é livre para escolher seu próprio caminho nas eleições deste ano, Henry deixou demonstrado, nas entrelinhas, que ainda espera de Lossio o mesmo gesto que recebeu dele.

O pré-candidato peemedebista começou lembrando que Lossio teve o apoio dele em 2012, quando disputou a reeleição e se saiu vitorioso. E mais: mesmo não tendo votos em Petrolina, Henry disse que sempre colocou emendas de R$ 500 mil para o município em todos os anos do mandato de Lossio que coincidiram com o mandato de Henry enquanto deputado federal. “Eu achava que era uma responsabilidade minha com o mandato do prefeito, quadro do nosso partido”, afirmou.

Ele lembrou ainda que num encontro promovido pela cúpula do PMDB em Brasília, Lossio teria dito, diante do presidente nacional da legenda, que se o partido fosse representado numa chapa majoritária pelo senador Jarbas Vasconcelos ou o próprio Henry, ele se sentiria contemplado. Caso isso não ocorresse, ele (Lossio) gostaria de colocar seu nome como à disposição do partido para disputar governo do estado.

Como aconteceu a primeira hipótese – já que o senador Jarbas desistiu de disputar um novo mandato e indicou Henry para a majoritária encabeçada pelo PSB – o candidato espera agora que a palavra do prefeito de Petrolina se cumpra. “Após a declaração que Julio deu em Brasília, minha expectativa é que ele venha nos apoiar. Não só a minha expectativa, como é o meu desejo que ele participe dessa frente ampla, que está se dando em Pernambuco inteiro”, ressaltou.

Questões municipais

Henry minimizou ainda as questões municipais, uma vez que em Petrolina o prefeito é um desafeto do pré-candidato a senador, Fernando Bezerra Coelho (PSB). Lossio, inclusive, acusa FBC de ter sido um dos principais responsáveis por tentar tirar o seu mandato via judicial.

“Sabemos que a política municipal é sempre muito radicalizada. Em Caruaru, por exemplo, há três forças políticas que se radicalizam entre si na eleição municipal, mas que são aliados históricos nossos e estão no nosso palanque. Em Vitória de Santo Antão também. Aqui em Petrolina nossa expectativa é fazer um palanque amplo, que possa levar Paulo Câmara à vitória e dar continuidade ao governo aprovado de Eduardo Campos, ajudar Eduardo a ser presidente e a retomar o mandato de senador que Petrolina tem direito, com Fernando Bezerra Coelho”, ponderou. Perguntado se já falou com Lossio sobre o assunto, Henry disse que vai esperar a chegada dele da Europa.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome