Gonzaga propõe Exército à frente da execução de grandes obras públicas do país

8
Foto: Ascom/divulgação

Um Projeto de Lei Complementar (PLP) 453/17, em tramitação na Câmara dos Deputados, pretende entregar ao Exército a execução de grandes obras e serviços de engenharia ligados à infraestrutura. A proposta é de autoria de Gonzaga Patriota (PSB-PE). Segundo o texto, o Exército executará, preferencialmente e sem licitação, obras acima de R$ 15 milhões paralisadas, abandonadas ou em atraso superior a um ano; as de infraestrutura de transportes e de geração e transmissão de energia acima de R$ 15 milhões; e aquelas em geral acima de R$ 150 milhões.

O PLP 453/17 determina ainda que o Exército treinará soldados especialistas para a execução das obras e serviços de engenharia. O texto em discussão na Câmara altera a Lei Complementar 97/99, que trata do emprego das Forças Armadas.

Gonzaga afirma que o objetivo do projeto é acabar com a “relação espúria” entre governos e empreiteiras, propiciando a construção da infraestrutura básica no País. Ele disse que a Operação Lava Jato mostrou a existência de um grande esquema de corrupção envolvendo político e um cartel de empreiteiras, com prejuízos para a sociedade.

Na avaliação do deputado, a transferência das grandes obras para o Exército traz um duplo benefício: primeiro, aproveita a experiência que os militares possuem na execução de grandes obras, principalmente de infraestrutura. Depois, permite o treinamento de soldados, que podem sair da corporação com profissões como de pedreiro, carpinteiro e serralheiro. “Essa é a possibilidade de milhares de jovens cidadãos incorporados ao Exército saírem da corporação já com uma profissão e, assim, aumentarem suas chances de emprego no mercado de trabalho privado”, argumenta.

Tramitação

Antes de ir para o Plenário da Câmara, o PLP 453/17 será analisado pelas comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania. Com informações da assessoria de Gonzaga.

8 COMENTÁRIOS

  1. As Forças Armadas só são lembradas no momento de tapar os buracos deixados pela corrupção. Em tema de valorização e de política salarial são abandonadas pea classe política, a verdadeira responsável pelo caos em que se encontra o país.

    • Mais dinheiro que essa gente já suga? Tá de brincadeira né cidadão? A maior parte do rombo da previdência dos servidores públicos vem dos militares, tu quer que aumente ainda mais os gastos? Pague com seu dinheiro só, não preciso de milico para nada, portanto esse gasto é desnecessário. Bota, bota para construir prédios públicos mesmo, varrer rua, pintar meio-fio, essa gente ganha um monte de dinheiro para ficar em quartel capinando mato!

  2. E epoca de fazer politica a o Deputado vem com esse bla bla bla….So conversa afiada ,porque essa obra ja se arrasta a mais de 10 anos…..So conversa afiada por cont das eleiçoes…Muda Petrolina e todos os Sertanejos Pernambuco 2018

  3. Gonzaga parece que vc não tem andado em Petrolina msm… Sabe porque, porque a sua obrigação é legislar e fiscalizar ao. Mesmo tempo… Então vamos lá… Vc tem andado na Av: 7 de Setembro?,,Não? Dá uma olhada em toda a extensão da avenida que vc vai perceber que toda a via da BR está sendo aproveitada, O asfalto é o antigo eu não sou engenheiro mas se vc perceber o nível vai ficar alto e outra pra que será que essa economia vai benificiar?, Vd como Deputado Federal, como essa verba é Federal vc tem a obrigação como legislador de cobrar da construtora responsável e do Denis essa prestação de contas…. E Tribunal de Contas tbm… Veja isso aí que vc foi eleito pelos Petrolineses pra isso…. Sou contribuinte e eleitor e temos que cobrar de você essa fiscalização.

  4. O Asfalto antigo em toda a extençao esta sendo aproveitado ,Isso vai benificiar alguem Deputado com sobra de verba…Vc como Legislador tem a obrigaçao de cobrar e fiscalizar….Denit e a Construtora tem que fazer suas prestaçoes de conta com Petrolina…..Dep.Gonzaga Patriota vc precisa ir ao Tribunal de Contas e levar fotografias pra isso ser averiguado…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome