Gonzaga Patriota apoia proposta de Rodrigo Maia para reduzir salários dos três poderes durante enfrentamento ao novo coronavírus

10
Foto: Miva Filho/SES

Depois de defender o uso das verbas do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral para combater o novo coronavírus (Covid-19), o deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) apoiou a proposta do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o qual é favorável à redução de salário dos parlamentares, bem como de outros servidores do Executivo e Judiciário para a mesma finalidade. O socialista destacou que é preciso utilizar todos os recursos para combater a doença e recuperar a economia.

Diante da crise provocada pela pandemia do coronavírus,  temos que contribuir de alguma maneira para o enfretamento dessa situação e vencer essa dificuldade que o país passa. Todos estão sendo sacrificados nessa crise, principalmente o trabalhador. Por isso devemos também fazer a nossa parte“, justificou Gonzaga.

10 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns deputado Gonzaga. O funcionário público ta em casa, com salario garantido, enquanto o da iniciativa privada ou da informalidade não sabe como sustentará sua família.

    • É difícil falar com alguém que não entende, mas vamos lá, vamos tentar:

      o funcionário público está em casa pra evitar disseminação de covid 19 e não por que quer, o funcionário público está em casa trabalhando, o verdadeiro funcionário que trabalha não ganha estas coisas todas, quem deveria ter o salário cortado era vereador, deputado, senador que não fazem nada e ganham muito.

      • Esse se faz de tonto: o moto taxista, o feirante, entre outros, foram mandados ficar em casa, sem nenhuma garantia financeira. Por isso apoio o projeto de redução salarial para funcionários públicos

          • Ganha muito, trabalha pouco e não pode ser demitido por qualquer motivo. Não tem sequer avaliação de produtividade. Essa raça leva quase 20% do PIB do país e são menos de 10% da população. São um fardo para quem produz neste país.

  2. Tem que reduzir não apenas os salários, e sim todas as verbas a s quais eles tem direito. Outro ponto interessante seria o fundo partidário, este deveria ser totalmente revertido para a saúde.

  3. Em verdade, em verdade, esses Fundos Partidários e Eleitorais nem deveriam existir, são fontes de corrupção. Há bem pouco tempo, inclusive ainda em investigação os laranjais do PSL, mas só do PSL? NÃO, todos os partidos políticos colhem os laranjais sem nunca terem plantado um único pé de laranja. E a rachadinha? na minha visão acredito que 90% dos políticos as praticam, desde o vereador ao Senador. A rachadinha acontece tanto com esses Fundos como com os salários dos Assessores, motoristas etc.etc. Também deveria ser revertido para o combate a essa epidemia, os recursos todas as Emendas Parlamentares. Emenda Individuais, Emendas de Bancadas e essas outras Emendas que o Congresso colocou o Governo na parede para poder aprovar os Projetos de Reformas. É EMENDA de todo tipo, é igual a gripe, todo aparece uma diferente, deram até o nome de EMENDA IMPOSITIVA, me lembra muito bem Joãozinho, quando ele diz “ou dá ou desce”. Em nenhum País do Mundo tem fundo eleitoral nem fundo de campanha. Também não tem emendas de jeito nenhum. Sugiro que se faça uma Reforma política onde só existam dois partidos, o PURD = Partido Universal do Reino do Dinheiro e o PPS = Partido de Pessoas Sérias. Muito provavelmente o maior partido seria o PURD, mas como somos muito competentes em fazer a coisa errada, o PPS seria maior, claro, nós nos dizemos cristãos mas fazemos coisa que até o cão duvida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome