Gol tem 5 vezes mais atrasos em vôos que a TAM

por Carlos Britto // 23 de dezembro de 2008 às 14:03

A Gol registrou até as 12h uma média de atrasos cinco vezes maior do que a TAM, de acordo com balanço divulgado pela Infraero. As duas companhias são responsáveis por mais da metade dos 886 vôos operados entre 0h e 12h. Dos 269 vôos da Gol, 114 (42,4%) atrasaram mais de 30 minutos. Já a TAM, apesar de operar um número maior de vôos, 324, registrou atraso em 25 (7,7%).

» Problemas foram solucionados, diz Gol
» Jobim culpa Gol por atrasos
» Infraero responsabiliza Gol por falha
» vc repórter: mande fotos e notícias

A Gol foi procurada para comentar os atrasos e disse que o alto número se deve ao fato de que o balanço da Infraero é feito em relação aos vôos acumulados desde a 0h. A companhia justifica que, entre 11h e 12h, por exemplo, os atrasos ficaram em 10,8%, ou seja 29 vôos. Neste mesmo período, a TAM registrou 3 (0,9%) de vôos atrasados.

Entre as outras companhias, a Varig também apresentava uma média alta de atrasos, apesar de operar um número menor de vôos. De 74, 26 (35,1%) atrasaram. A Webjet teve sete dos 32 vôos com atraso (21,9%). Já a Azul e a OceanAir não registraram atrasos.

Ontem, a Gol informou que os problemas ocorridos no fim de semana que causaram atrasos foram “completamente solucionados”. A companhia informou que dobrou para quatro o número de aeronaves reservas nos aeroportos de Guarulhos (SP) e Antônio Carlos Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro.

Também na segunda-feira, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, responsabilizou a Gol pelos atrasos de vôos no fim de semana. O ministro destacou que a empresa sofreu com um problema de corte de funcionários. No sábado, pelo menos 60% dos vôos da companhia atrasaram. Em todo o País, o total de atrasos chegou a 40,4%.

Atrasos no País
O Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, registrava, às 12h, atraso superior a 30 minutos em 40 (35,4%) dos 113 vôos programados. Um foi cancelado (0,9%). Em todo o País, o balanço da Infraero apontava atraso em 191 (21,6%) de um total de 886 vôos previstos.

Segundo a Infraero, Guarulhos operou por instrumentos durante a madrugada e no início da manhã. Às 9h, o aeroporto já operava visualmente. Houve algumas filas eram registradas nos balcões de check-in, mas o movimento era considerado “moderado” pela empresa, que administra o aeroporto.

No Aeroporto de Congonhas, entre 6h e 12h, nove (9%) dos 100 vôos previstos atrasaram mais de 30 minutos. Sete foram cancelados (7%).

No Rio de Janeiro, dos 82 vôos previstos no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, 82 (37,8%) atrasaram mais de 30 minutos, até as 12h. Não houve cancelamentos. No Aeroporto Santos Dumont, também no Rio, cinco (14,7%) dos 34 vôos previstos foram cancelados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.