Gestão da Associação de Moradores do Rio Corrente vira caso de justiça

2
Foto: Blog do Carlos Britto

A gestão da Associação de Moradores do Bairro Rio Corrente, zona oeste de Petrolina, foi parar na justiça. Um dos que encabeçam o protesto é o líder comunitário Edvanilson Amorim (foto), que já foi presidente da entidade.

Segundo Amorim, o atual presidente, Antonio Felipe, teria convocado uma reunião de última hora e fez uma ata informando que os moradores do bairro teriam lhe dado o aval para continuar seu mandato por mais dois anos. O problema é que isso, garante Amorim, não chegou a conhecimento da comunidade.

Ele passou para o segundo mandato ilegalmente. Não teve nenhum edital de convocação, nem o da reunião, que ninguém tomou conhecimento”, declarou. O ex-presidente informou ao Blog que o novo pleito é para acontecer ainda este ano. Ele frisou também estar esperando um posicionamento do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a fim de evitar uma eleição “por debaixo dos panos”, mantendo um presidente de forma ilegal ou que não foi eleito pela comunidade do Rio Corrente. Amorim também apelou para a intervenção de entidades responsáveis pelos interesses de bairros, a exemplo da Feamupe e Cubape.

O Blog vai tentar um contato com o atual presidente do Rio Corrente sobre o assunto.

2 COMENTÁRIOS

  1. Meu décimo terceiro não caiu na minha conta, poren procurei a prefeitura de Petrolina fui emfornada que só vou receber no final do mês,porém mim orientarão a fazer um protocolo pra pode receber,

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome