Garota de 13 anos acusa tio pastor de violentá-la sexualmente em Salvador

por Carlos Britto // 25 de janeiro de 2009 às 21:48

Uma garota de 13 anos disse ter sofrido violência sexual por dois de seus tios – um deles pastor da Igreja Evangélica – e de ter sido forçada pelo seu pai a fazer fotos sem roupa.

Segundo informações da Delegacia Especial de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca), que investiga o caso, os crimes foram descobertos na tarde deste sábado (24) quando o pai da garota, Adenilson Silva Cerqueira, 35, levou um homem, de identidade ignorada, para fazer fotos da  menina nua na casa da família. Ao chegar na casa no bairro de Águas Claras, Cerqueira (que de acordo com a família tem problemas mentais e é usuário de drogas) teria ordenado que filha tirasse a roupa para ser fotografada. A mãe da garota, Adriana Silva, chegava em casa no momento quando flagrou a cena e chamou a polícia. Agentes da Polícia Militar conduziram a mãe, o pai, a garota, e José Aldeir Lira, 28 anos (irmão da mãe que mora na casa) para a Derca. O homem que faria as fotos conseguiu fugir antes da chegada da polícia.

Primeira violência
Em depoimento, a garota afirmou que além da situação das fotos, ela já tinha sido violentada sexualmente por um tio. Ela informou que à pedido da família passou mês de dezembro na casa do tio Augusto César Silva Cerqueira, 40 anos, pastor da Igreja Evangélica, no bairro de Paripe. Durante esse período, ela disse que era obrigada a manter relações sexuais diariamente com o irmão de seu pai, sob ameaças de morte.

Assédio constante

No mês de janeiro, ela retornou para a casa dos pais na rua Edmundo Cerqueira, em Águas Claras, onde teria sofrido diversas tentativas de estupro por parte do irmão de sua mãe. A garota afirmou que o tio chegava em casa e tentava arrancar sua roupa. Além de passar a mão em seus órgãos genitais. Em depoimento a Derca, Lira negou as acusações e afirmou que bebe muito por isso não lembrava de nada. Como não houve flagrante da violência, ele foi conduzido para a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), onde foi lavrado o auto de apresentação e em seguida foi liberado. Já o outro tio, Augusto, ainda não foi ouvido pela polícia. Segundo a Derca, a família não informou o endereço do acusado. Por isso, a avó da garota levou a intimação judicial e ele deverá se apresentar para depor na próxima quarta-feira (28) às 15h.  A garota foi encaminhada o Instituto Médico Legal para fazer exames de corpo delito.

Garota de 13 anos acusa tio pastor de violentá-la sexualmente em Salvador

  1. Barakubama disse:

    O que é que a foto desse bebê está fazendo aí? eu hem????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.