Foragidos da justiça são presos após investigação do MPPE

0
Foto: Nando Chiappetta/DP

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) divulgou na última sexta-feira (19) o balanço da ação conjunta entre o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de Pernambuco (Gaeco-PE) e Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), que proporcionou o cumprimento de 30 mandados de prisão de foragidos da Justiça no Estado. Os acusados foram presos em diversas cidades pernambucanas e foram condenados por crimes como  tráfico de drogas, furtos e homicídio.

“Por meio do cruzamento de dados e informações, conseguimos identificar, localizar e prender, até o momento 30 pessoas foragidas e que estavam com mandados de prisão em aberto. As prisões ocorreram do início do mês de maio até o final da tarde de hoje, 19 de junho”, disse o coordenador do Gaeco-PE, o promotor de Justiça Frederico Magalhães.

A apuração teve início com a confrontação de dados de pessoas com mandados de prisão em aberto com o de outros órgãos. “Apuramos o uso dos documentos de pessoas foragidas de acordo com dados que são disponibilizados por outros órgãos públicos, a partir disso conseguimos estabelecer um perímetro e depois a localização exata de cada um dos foragidos. Fizemos a investigação de forma totalmente sigilosa para evitar o vazamento de informações”, reforçou ele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome