Foliões se despedem do Carnaval de Petrolina com muita animação

1

A noite desta terça-feira (13) foi de despedida para milhares de foliões que aproveitaram o Carnaval 2018 de Petrolina. Nos três polos montados no Centro da cidade (Praça 21 de Setembro, Matingueiros e Orla), o que se viu muita animação.

Na Praça 21 de Setembro, as orquestras de frevo tocaram as consagradas marchinhas e marcaram o ritmo da noite que, mais uma vez, atraiu muitas famílias e pessoas fantasiadas. A cantora Ana Costa abriu seu show no Coreto cantando o Hino de Pernambuco, o que levou ao delírio os foliões.

No palco montado no Polo Orla, a primeira atração foi o grupo Samba de Mezza, que animou o público com muito pagode e samba. O segundo show da noite foi do cantor Alan Cleber. Performático, o artista levou ao palco uma homenagem ao Rio São Francisco e um repertório com músicas do axé ao frevo. A apresentação animou bastante a multidão que lotou a arena. “Foi um belíssimo espetáculo. A alegria e a energia de Petrolina são mágicas. Fiquei muito feliz em presenciar todo mundo cantando e se divertindo”, pontuou o artista.

Houve espaço ainda para o axé da Banda Voa Voa, que aproveitou a oportunidade para gravar seu DVD, com músicas em homenagem à banda baiana Chiclete com Banana. Encerrando a festa, o cantor Jonatas Araújo apostou em um repertorio eclético com grandes sucessos atuais.

A prefeita em exercício, Luska Portela, avaliou de forma positiva os dias de folia. “Fizemos um excelente Carnaval. Mesmo sem o apoio do Governo do Estado, Petrolina mostrou que sabe fazer uma festa que agradou a todos e a gestão do prefeito Miguel Coelho fez todo esforço, junto com a equipe da Secretaria de Cultura, para realizar essa festa que valorizou os artistas locais e, principalmente, a alegria do seu povo. Foi uma festa da família“, destacou.

Matingueiros

O mais novo polo oficial do Carnaval de Petrolina, os Matingueiros, atraiu um grande número de foliões nos quatro dias de festa para a área da Petrolina Antiga. De acordo com Wagner Miranda, fundador do grupo cultural e coordenador do polo, o espaço já está consolidado como uma alternativa real dentro da programação carnavalesca da cidade. “Percebemos que existia uma necessidade grande de preencher essa lacuna do público mais alternativo, que curte outros ritmos, a exemplo do rock e conseguimos“, ressaltou.

Wagner ainda destacou a parceria da prefeitura na concretização do novo polo. “O apoio da gestão municipal foi fundamental para que tivéssemos essa dimensão. Agradeço a todos pelo incentivo para que o polo tenha se tornado realidade“, frisou. As informações são da assessoria da PMP. (Fotos: Ivaldo Reges)

1 COMENTÁRIO

  1. Ainda hoje procuro onde teve carnaval aqui em Petrolina. Pense que é na tv e no blog. A coitada da Santiago estava cantando sozinha, pra ninguém, em um dos “polos”.
    Vamos pensar no São João pq carnaval aqui nunca teve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

15 + quatro =