Fiscalização de Meio Ambiente orienta quanto a podas drásticas de árvores em Juazeiro

1

árvore podadaA equipe de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Ordem Pública (Semaop) de Juazeiro foi acionada na quarta-feira (2), através de denúncia, por causa de um corte indevido de uma árvore na Rua Perpétua, localizada no bairro Alagadiço.

Por se tratar de uma poda drástica, sem ter comprometido um novo crescimento da planta, o proprietário do imóvel em frente, responsável pela falha, foi advertido verbalmente pelos fiscais, sendo orientado a não repetir a ação. No ato da abordagem, o responsável alegou que a árvore estava prejudicando a estrutura do seu imóvel.

Em casos como este, as pessoas devem se dirigir à Secretaria para solicitar a prévia análise da equipe técnica. Dessa forma, será autorizada ou não a retirada, bem como a maneira correta do procedimento a ser realizado. Sendo comprovada a real necessidade da retirada da árvore, o indivíduo deverá plantar uma nova árvore que não comprometa estruturalmente o imóvel.

Punição

Quem lesar ou destruir uma planta em logradouro público, impedindo o seu novo crescimento, será enquadrado na Lei Federal 1.605, que trata dos crimes ambientais, podendo pegar de três meses a um ano de detenção. Já pelo decreto 6.514, artigo 56, que fala dos valores relacionados a esses crimes, o infrator pode pagar multa de até R$ 1.000 por supressão (morte) da planta.

1 COMENTÁRIO

  1. parece até que a fiscalização ambiental não tem o que fazer uma diminuta coisa como essa, enquanto isso eles aceitam construções de condomínios a beira do São Francisco destruindo as matas auxiliares, porque será?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome