Filme sobre a Caatinga traz Matheus Nachtergaele ao Sertão do São Francisco

por Carlos Britto // 19 de dezembro de 2008 às 17:56

Começaram na última segunda-feira (15), as filmagens do longa-metragem “Na Quadrada das Águas Perdidas”, dirigido por Wagner Miranda e Marcos Carvalho e estrelado pelo ator global Matheus Nachtergaele. O filme, que registra com fidelidade a vida na caatinga, será apresentado em coletiva à imprensa a partir das 17h deste sábado (20), no Círculo Militar, Orla de Petrolina-PE, com a presença dos diretores e do ator protagonista.
“Na Quadrada das Águas Perdidas” conta a história de Olegário, um sertanejo que atravessa a pé, sozinho, um trecho de caatinga, enfrentando toda a sorte de surpresas e dificuldades. Durante o percurso, suas crendices e religiosidade serão postos à prova enquanto tem de extrair da natureza seu próprio sustento e utilizar-se dos mais inusitados recursos para sobreviver. Por ser um filme com ausência de diálogos e de outros atores, a direção aposta em uma trilha sonora exuberante, rica em folclore regional, assinada por nomes como Geraldo Azevedo, Elomar, Naná Vasconcelos e o Grupo Matingueiros.
A direção do longa de 75 minutos, que conta com o apoio do 72BIMTz – Batalhão General Victorino Carneiro Monteiro, única unidade do Exercito brasileiro especializada em caatinga – pretende revelar ao mundo que por trás da paisagem árida, sofrida e aparentemente mórbida da caatinga, existe um ecossistema rico, resistente, com requintes até de magia. Segundo o comandante do 72BIMTz, coronel Antonio Aníbal Rocha Pontes, o bioma é exclusivamente brasileiro e ocupa uma área de aproximados 985 mil km², cerca de 11% do território nacional.
Os diretores já são conhecidos no meio cultural do Vale do São Francisco. Wagner Miranda é presidente da ONG Maracatu Nação Matingueiros, escritor, produtor, compositor e vocalista da banda Matingueiros, com experiência internacional e várias parcerias musicais de peso, como Hermeto Pascoal e Geraldo Azevedo. Marcos Carvalho é produtor audiovisual e diretor do Projeto Cinema no Interior, da Mont Serrat Filmes, em Juazeiro-BA. Em seu currículo, estão diversas parcerias com grandes nomes do cinema, como Petrônio Lorena e Tiago Scorsa, e da música, como Chico Buarque, Alceu Valença e Caetano Veloso.
Para garantir a fidelidade do filme, o projeto conta com apoio técnico, logístico e em pesquisa do Batalhão, representado pelo técnico responsável do Parque Zoobotânico, o biólogo Josenilton Rodrigues, entre outros especialistas na área. Depois de finalizado, o filme será encaminhado para os principais festivais nacionais e internacionais e reproduzido no sertão dos estados de Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas.

Fonte: Clas

Filme sobre a Caatinga traz Matheus Nachtergaele ao Sertão do São Francisco

  1. Juarez Canejo disse:

    DE PARABÉNS WAGNER E MARCOS UM TRABALHO LINDO FEITO APENAS COM MUITA, MAIS MUITA CORAGEM E AMOR AO CINEMA. SERÁ UM GRANDE SUCESSO.

  2. Mª Auxiliadora Farias disse:

    Concordo com o Sr. Juarez Canejo.
    É para mostrar, principalmente, ao povo sem memória de Petrolina, que temos cultura e de quem luta por ela, quase que como um Dom Qixote a exemplo do próprio Wagner Miranda, Gícia Mazda e tantos outros para não cometer injustiças paro por aqui, que insistem tanto em fazer a cultura desta cidade, mas infelizmente a eliteloide e os politqueiros de Petrolina não deixa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.