11º Aldeia do Velho Chico seguirá durante a semana em Petrolina com atrações para todos os gostos

0
Foto: arquivo/divulgação

aldeia do velho chicoO 11º Festival de Artes do Vale do São Francisco (Aldeia do Velho Chico), que começou no último dia 1º deste mês, prossegue nesta  semana com uma programação que promete agradar  todos os tipos e gostos. Movimentando Petrolina com 140 atrações, entre artistas locais e nacionais nas linguagens de Teatro, Dança, Música, Artes visuais, Cinema e Literatura, o evento retoma as atividades nesta segunda-feira (10), às 15h, na Sala de Teatro do Sesc Petrolina com o projeto ‘Tecendo Ideias’.

A proposta, que coloca em pauta temas, a exemplo da matriz africana, performance com linguagem e dança contemporânea, vai debater nesta primeira edição o assunto cujo tema é “Como se faz uma Curadoria?”. Foram convidados para o bate-papo o criador do projeto nacional do Sesc -Palco Giratório e também das Aldeias em todo Brasil, Sidnei Cruz; o coordenador do Aldeia, Jailson Lima; e a jornalista Pollyanna Diniz, sob a mediação da coordenadora do Palco Giratório em Pernambuco, Galiana Brasil.

Ainda na segunda-feira, o CEU do bairro Rio Corrente recebe às 19h o espetáculo “Histórias de Cascudo”, com a Cia Biruta, e às 20h será exibida no palco do Teatro Dona Amélia a peça  “Rio de Contas”, com a  Cia de Dança do Sesc, que completou 20 anos e é a grande homenageada desta edição do Aldeia.

O Tecendo Ideias volta à programação no mesmo horário, nesta terça (11), com o tema Movimento “Autêntico” – na quarta (12), “Uma teia do Criador ao Livro: o percurso da literatura até o leitor” e na quinta (13), “Como se faz uma trilha sonora?”.

Na programação noturna da terça, a pedida é conferir no CEU, às 19h, a montagem Fuá na Casa de Zé Mané, com a Cia de Dança do Sesc. A outra opção é o espetáculo “Atman – Que Dança meu Corpo Produz”, com Daniela Santos (Recife/PE), que será apresentado às 20h, no Teatro Dona Amélia.

Depois do Tecendo Ideias, a quarta oferece ainda uma programação, às 19h, no CEU (“A Dona da História”, com a Trup Errante e Pé Nu Palco) e o Teatro Dona Amélia às 20h (“Que Corpo é Esse”, com o Coletivo Incomum).

Espetáculos infantis

O público infantil vai vibrar na quinta com o espetáculo “Chico e a Flor contra os monstros da Ilha do Fogo”. A Cia Biruta apresenta a peça às 16h, no Teatro Dona Amélia. Depois, às 19h, a Cia Balançarte movimenta o CEU do bairro Rio Corrente com o espetáculo “Chão”. Na Biblioteca do Sesc,  Renata Pimentel lança, também às 19h, o livro  “Denso e leve como o voo das árvores”, com a exposição de ilustrações de André Vitor Brandão. Encerrando a programação desta quinta, uma das atrações musicais mais esperadas desta edição: o show “Roube me Rubi”, com o cantor, ator e bacharel em Artes Cênicas Rubi, que se apresenta no Teatro Dona Amélia às 21h. No roteiro, uma prosa poética musical que soa feito uma trama, entre o silêncio, o canto e a fala da voz e do violão, a dizer da vida e dos anseios da alma.

A programação completa do Aldeia do Velho Chico pode ser encontrada no site www.sescpe.com.br/aldeiachico. Informações sobre inscrições e compra de ingressos poderão ser obtidas pelos telefones (87) 3866-7474 ou (87) 3866-7454. (fonte: CLAS Comunicação/foto: Lizandra Martins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome