Fernando Bezerra aponta Adutora do Agreste como alternativa para lavanderias de jeans

0

FBC_26As lavanderias são ferramentas importantes na engrenagem da produção do jeans pernambucano, pois nelas as peças são processadas e beneficiadas, ganhando ajustes e acabamentos mais modernos para ganhar mercados dentro e fora do Brasil. Porém, as lavanderias despejam uma grande quantidade de produtos químicos na água, poluindo os mananciais. Há atualmente cerca de 150 delas no polo de confecções do Agreste, que empregam centenas de trabalhadores. O candidato ao Senado pela Frente Popular de Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho (PSB), acredita que a conclusão das obras da Adutora do Agreste pode resolver o problema com as lavanderias do Estado.

“Estamos falando de uma região que não tem água e que precisa dela para poder processar o jeans. A providência central é a construção da Adutora do Agreste, que é a maior obra hídrica em execução em Pernambuco“, afirmou Fernando. Ele acredita que, com a chegada da água para produzir, as lavanderias poderão cumprir todas as exigências ambientais necessárias para o funcionamento, entre elas o tratamento do material descartado.

FBC lembrou ainda que há alguns dias o candidato ao governo do estado, Paulo Câmara (PSB), defendeu Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) zero para as lavanderias do polo.  A Adutora do Agreste está em construção desde 2013 e irá beneficiar mais de 70 das 184 cidades de Pernambuco. O orçamento total é de quase R$ 2 bilhões. As informações são da assessoria de Fernando Bezerra. (foto: Rafa Medeiros/divulgação)

 
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

seis − quatro =