Feiras livres de Petrolina são reabertas em meio a controvérsia

8
Foto: Feira da Areia Branca

Reabertas desde a semana passada após decisão do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, de flexibilizar o decreto municipal referente às medidas preventivas contra o novo coronavírus (Covid-19), as feiras livres já se transformaram em controvérsia. Em contato com este Blog, um leitor criticou a grande quantidade de pessoas na feira da Areia Branca, zona leste de Petrolina, no dia de ontem (5).

Procurado pela reportagem, no entanto, o diretor de feiras da prefeitura municipal, Tony César, rebateu as críticas. Ele explicou que foi feito todo um procedimento para isolar os comerciantes dos clientes, e que a aglomeração alegada pelo leitor refere-se ao final da feira, quando as pessoas estão indo embora após as compras. “Isso a gente não tem como controlar, porque é no momento em que elas estão indo embora para suas casas”, afirmou.

Ao Programa Carlos Britto na Rural FM, nesta segunda-feira (6), o diretor-presidente da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS), Marcelo Gama, disse que no Bairro São Gonçalo (zona oeste) a quantidade de pessoas ficou dentro do previsto, mas admitiu que a movimentação de clientes na Feira da Areia Branca foi acima do esperado e houve alguma dificuldade das equipes em organizar esse público, por se tratar de um espaço aberto. No entanto ele frisou que o trabalho de orientação está sendo feito intensivamente, inclusive com carro de som, para disciplinar os clientes da feira.

Foto: Feira do São Gonçalo

8 COMENTÁRIOS

  1. Acredito que a sistemática da prefeitura para a abertura das feiras esteja equivocada. Estabelecer dias específicos para abertura de cada feira, inevitavelmente, criará aglomeração, vez somente uma feira por dia estará aberta, servindo esta como única opção de compra no dia. Acredito que abrindo todas elas nos dias costumeiros, diluirá a presença das pessoas, que terão vários pontos de compra espalhados nos bairros da cidade.

  2. Uma feira que era aberta por dois dias (sábado e Domingo) agora só abre no domingo, como não aglomerar?? Acho que a prefeitura deveria rever essa estratégia errada ao meu ver. Muita gente, menos barracas, muitos idosos na feira da areia branca nesse domingo.

  3. Também concordo com um único dia de feira na cidade, todas no mesmo dia, pra diluir as pessoas por bairros onde tem a feira.
    E todos usando máscara e higienizando as mãos

  4. Tem que acabar com essa quarentena, uma cidade que tem apenas uma caso em tratamento, arruinar com os comerciantes, empresários, Europa quero ver no final do mês quando os empresários nao pagar os salários dos funcionários por falta de dinheiro em caixa.

  5. Agora eu acho que o pessoalaí tá inflamando o negócio porque ao meu conhecimento as feiras aqui em Petrolina cada um acontece um dia diferente por exemplo a feira da cohab eu sempre vi ela aberta só nos dias de sábado a feira do José e Maria eu passo de frente aqui todo dia só é aberto exclusivamente na segunda-feira aí como é que o povo está contestando uma coisa que a feira é a cada dia tem lógica o povo gosta muito é de inflamar a situação e tem mais meu amigo quem não quiser não é obrigado ir à feira não a feira tá lá o pessoal pro fazer seu livre comércio quem não quiser ir lá fica em casa

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome