FBC defende privatização dos Correios e acredita no fortalecimento da empresa

por Carlos Britto // 26 de outubro de 2021 às 16:00

Foto: Reprodução

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirmou nesta terça-feira (27) que a aprovação do Projeto de Lei 591/2021, que estabelece a privatização dos Correios, vai atrair o investimento privado e fortalecer a empresa. Durante reunião da Comissão de Assuntos Econômicos, ele defendeu que o relatório do senador do Márcio Bittar (MDB-AC) seja colocado em votação na próxima semana.

O líder classificou como “naturais” as divergências que cercam a privatização dos Correios. “O Brasil ganhou muito com as privatizações do setor de telecomunicações. O acesso aos serviços de telefonia era precário. Hoje, o Brasil é um dos países mais avançados nesse setor”, destacou.

Já o Marco Legal do Saneamento, segundo o líder, está elevando os investimentos no setor de R$ 7 bilhões para R$ 70 bilhões por ano. “Esses marcos regulatórios são importantes para que a gente possa abrir o investimento para o capital privado e, com isso, atender o cidadão brasileiro. O que nos move aqui é melhorar a qualidade de vida independente dos modelos escolhidos”, concluiu.

FBC defende privatização dos Correios e acredita no fortalecimento da empresa

  1. José disse:

    Do mesmo jeito, meus amigos, que a reforma trabalhista ia gerar empregos, e q a reforma da previdência ia atrair investimentos externos??? Do mesmo q o preço do gás ia cair pela metade? D

  2. Marcos Macedo disse:

    Vender o património publico, sem justa causa, apenas atesta a incompetência dos políticos como administradores. Deveria haver concurso e curso de formação, e avaliação de desempenho para políticos.
    Porque a maioria desagrada a população. Isso por repetidas vezes daria justa causa na demissão.

  3. Petrolinense nato disse:

    Mas virou mesmo um bolsinarista, quem diria… que pena

  4. Haberland Ângelo de Miranda disse:

    As justificativas para vender o patrimônio da União sempre são os mesmo, e na prática nada acontece.
    Reveja sua posição Senador, como representante do povo deveria ouvi-los.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *