Familiares de petrolinense encontrada morta em Portugal aguardam liberação de atestado

1

babá petrolinenseOs familiares da petrolinense Maria Aparecida de Souza Lima, de 48 anos, morta no último dia 4, na cidade de Faro, em Portugal, aguardam a liberação do atestado de óbito dela para que a data do traslado do corpo seja definida.

De acordo com a sobrinha da brasileira, Irene dos Santos, o consulado do Brasil na cidade portuguesa informou, ontem (25), que só aguarda a polícia europeia liberar o documento, o que pode acontecer ainda neste fim de semana. A previsão é de que a transferência do cadáver aconteça até o dia 4 de fevereiro.

Irene dos Santos disse que aguarda a ligação do consulado para definir os detalhes do sepultamento. “Está tudo certo para o Governo de Pernambuco pagar o traslado. Só estamos dependendo mesmo da agilidade da polícia portuguesa. Eles precisam concluir o atestado de óbito da minha tia, para ela poder vir para Petrolina, onde vai ser enterrada ao lado do túmulo da mãe dela”, explica.

O traslado do corpo da babá, que morava na cidade de Leiria, em Portugal, há seis anos, vai custar, até o Recife, 4,1 mil euros, cerca de R$ 13 mil. O Governo de Pernambuco já se comprometeu a custear a despesa, que será paga com os recursos do Fundo Estadual de Assistência Social. A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH) está encarregada de cuidar de todos os procedimentos legais.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome