Facape empossa coordenadores de curso para período 2023-25

por Carlos Britto // 05 de outubro de 2023 às 07:20

Foto: Ascom Facape/divulgação

A Faculdade de Petrolina (Facape) realizou na última terça-feira (3) a cerimônia de posse de seus coordenadores de cursos de graduação para o período 2023-25. O evento aconteceu no auditório da Facape e contou com a presença de professores, alunos e servidores da autarquia.

A posse aconteceu após o pleito realizado no final de setembro, quando os coordenadores foram eleitos pelos corpos docente e discente de seus respectivos cursos.

Ao todo, 7 coordenadores foram empossados para os cursos de Administração/Gestão da Tecnologia da Informação; Ciências Contábeis; Ciências da Computação; Ciência Econômicas; Superior de Tecnologia em Comércio Exterior; Direito e Serviço Social.

O diretor-presidente da Facape, Moisés Almeida, ressaltou a importância do processo democrático na escolha dos coordenadores. “Estamos retomando nossa tradição democrática de escolha das coordenações de curso. Já havia muito tempo que não ocorria o processo eleitoral.  Com essa etapa vencida, devolvemos a legitimidade das coordenações, que passaram pelo crivo da escolha de professores, de professoras, de alunos e alunas da instituição. Brevemente teremos eleições para nossos Conselhos Superiores e concluiremos a nossa segunda etapa da retomada da implementação da gestão democrática“, disse.

Empossados

Os coordenadores eleitos e empossados são os seguintes:

–  Administração/ Gestão da Tecnologia da Informação: Florisvaldo Cavalcanti dos Santos

– Ciências Contábeis: Agnaldo Batista da Silva

– Ciências da Computação: Cynara Lira de Carvalho Souza

– Ciências Econômicas: Artur Carlos Guerra Cisneiros

– Superior de Tecnologia em Comércio Exterior: Michela D’arc Campos Mota

– Direito: Carlos Eduardo Romeiro Pinho

– Serviço Social: Maria Lúcia da Silva Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A situação não é fácil, porém não acho que devemos condenar o rapaz com tanta violência. Quem nunca errou que…