Exposição no Centro de Cultura João Gilberto revelará detalhes da evolução do homem a partir da agricultura

1

08--09_-240x200_victor_hugo_cecatto_576x480Um verdadeiro mergulho pela diversidade étnica, botânica e cultural do mundo e em especial do Brasil. Esta é a proposta da exposição ‘Plantas e Povos’, que será aberta às 9h da próxima terça-feira (13), no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (BA). Apresentando a evolução do planeta a partir da expansão agrícola, a exposição mostra através de painéis, mapas e imagens um recorte do desenvolvimento dos povos, culturas, recursos genéticos e biodiversidade em todo mundo, com ênfase para a civilização tropical moderna brasileira.

Distribuída em mais de 300 metros quadrados, a exposição está dividida em seis etapas.

A mostra, que vai até o próximo dia 25, foi idealizada pelo Professor Doutor Roberto Lisboa Romão, que também assina a curadoria e tem coordenação do Professor Doutor Manoel Abílio de Queiroz e consultoria artística de Hélio Eichbauer. A realização é da Embrapa, da Rede de Recursos Genéticos e Vegetais do Nordeste e do Instituto A Gente Se Fala, cotando ainda com a colaboração do projeto ‘Cinema no Interior’, que atua com arte, educação e pesquisa.

O projeto também pretende investigar o surgimento da agricultura no Brasil, seu desenvolvimento econômico e a biodiversidade, além dos recursos genéticos –  tudo o que e cultivado e utilizado pelos homens

Apoio

Com recursos da Fundação de Apoio a Pesquisa da Bahia (Fapesb), a exposição também conta com o apoio dos artistas plásticos Luiz Zerbini e Maurício Barbato, que autorizaram a utilização de imagens das suas obras para ilustrar a diversidade – Luiz Zerbini com “O Sanfoneiro” e Maurício Barbato com “Helicônia e Igarapé”.  Já a designer de biojóias, Maria Oiticica, cedeu dez peças do seu acervo. As jóias serão expostas com suas sementes naturais correspondentes. A mostra tem entrada franca, conta com visita guiada para o público e grupos escolares com monitores que conduzirão os visitantes pela exposição, comentando sobre as diversas etapas. (Fonte: CLAS Comunicação/Ilustração: Victor Hugo Cecatto)

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente oportunidade. Parabenizo a iniciativa, em especial do Prof. Manoel Abílio, vou indicar para os estudantes do IF SERTÃO-PE irem lá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezesseis − três =