Explosão de barraca de fogos de artifício deixa cenário de ‘guerra’ no Centro de Petrolina

por Carlos Britto // 20 de junho de 2017 às 15:32

A explosão de uma barraca de fogos de artifício deixou um cenário de ‘guerra’ no Centro de Petrolina. O fato aconteceu no final da manhã de hoje (20), próximo ao Cemitério Campo das Flores, e provocou pânico e medo em quem passava pelo local ou trabalha nas imediações. Não há informações sobre mortos, mas uma pessoa chegou a ser socorrida, segundo o 4° Grupamento do Corpo de Bombeiros.

O forte barulho fez com que muita gente se dirigisse até o local, mas equipes do 5°Batalhão de Polícia Militar (BPM) e os bombeiros cercaram a área e impediram que curiosos se aproximassem.

Um carro pegou fogo e ficou destruído. Outros veículos que estavam parados próximo ao local da explosão também foram atingidos pelos destroços, que ainda danificaram casas próximas e túmulos do cemitério, localizado em frente ao local.

As chamas foram contidas pelos Bombeiros. O levantamento das causas da explosão será feito pelo Instituto de Criminalística (IC). Vale frisar que a barraca passou por vistoria no início deste mês e estava dentro das normas exigidas pelos Bombeiros. Os prejuízos ainda não foram contabilizados. Confiram outras imagens:

Explosão de barraca de fogos de artifício deixa cenário de ‘guerra’ no Centro de Petrolina

  1. afinal de contas quem vai pagar todo este prejuizo ..
    o concerto dos tumulos atingido pela explosao
    os veiculos danoficados
    as casas danificadas
    quem vai ressasser todos os prejizos aos legados ou seja todos que foram prejudicados pois eles nao tem nada a ver com essa explosao segundo o corpo de bombeiros a barraca foi revistoriada e estava em perfeito erstado de conservaçao que perfeito estado que nada olha so no que deu sera que os famosos bombeiros nao sabem o que e uma vistoria pelo amor de deus mandem eles fazerem um curso mais serio pois esse curso que fizeram de fazer vistoria ja esta super atrazado amigo diga a eles que vam aprender o que e ser bombeiro de verdade e aprendam dar valor a vida pois nos so temos uma e essa uma nos temos que zelar por ela isso é se vcs me entedem
    amigos do blog de carlos brito me desculpem meu desbafo e que me sinto indignado com uma situaçao dessas etanta falta de preparo desses que se dizem bombeiros eu nao fui atingido em nada nesta explosao mas me sentir no lugar dekes e sei o que eles vam passar ára esquecer todp este trauma que estao passando eu tenho ente querido enterrado no cemiterio do centro amanha irei la para ver se o tumulo da minha familia foi atingido com esta explosao tenho fe em deus que nao foram atingido pois sou assalariado e nao tenho condiçao alguma de concerta-lo isso e se ele foi atingido mas tenho fe no nosso bom deus que ele nao foram atingido
    sem mais nada desculpem meu desabafo e fiquem com DEUS

  2. Jaques Ferreira Saboya disse:

    Muito lamentável o que aconteceu, mas, quem sabe a minha tão querida Petrolina sai do engatinhar para a devida mudança de alguns cenários primários que mancha a sua beleza e desvia a ordem que tanto tentam conduzí-la. Faz alguns anos que fora atentado através das emissoras da região a extensão do risco que a população vinha se submetendo com a liberação de barracas/quiosques para venda de fogos naquele local, onde na manhã de ontem houve a explosão. Batendo de frente com a Secretaria de Postura e/ou Acão Social desta cidade a sociedade vem incansável pedindo a retirada dos usuários de drogas e marginais residentes no pátio frontal da estação rodoviária que, no mínimo deixam empalvorosos os que alí embarcam ou desembarcam. Faz-se Urgentemente necessário que medidas sejam adotadas para que a minha Petrolina saia do engatinhar!…

  3. pliniosouza@terra.com.br disse:

    cenario de guerra?! vamos com calma, amadurecam para posta isso! nao e por ai! vcs nao queram estar em um guerra para fazer esse tipo de comparacao infeliz! quanta imaturidade! e nos grupos de zap o povim fica tirando onda, com porra de power renges, mas ninguem faz campanha para ajudar no prejuizo, povim troço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.