Ex vereador Antonio Carlos Moura diz que faltou austeridade

por Carlos Britto // 03 de janeiro de 2009 às 18:17

A todo instante ouvimos nos noticiários nacionais as barbaridades praticadas por Administradores Municipais no uso do dinheiro púbico. São pessoas despreparadas que assume cargos importantes e passam a tomar decisões desconcertantes que só traz sérios prejuízos aos cofres públicos.

Veja, por exemplo, o que fizeram na Avenida Souza Filho, Praça de Táxi e Calçadão Bahia no centro da Cidade. Com um olhar mais atento podemos observar que os trabalhos foram realizados em total descompasso com a política de austeridade e boa administração pública.

É um absurdo constatar que retiraram calçamento de pedras portuguesas de primeiríssima qualidade e substituiram por blocos feitos de areia e cimento, ou melhor: muito areia e, claro, pouquíssimo cimento. Substituiram, por exemplo, meio fios de pedra lavrada, de resistência secular, por materiais pré-moldados. E, pelo que percebi até mesmo os meios fios das calçadas foram trocados.

As pedras portuguesas, de cores branca e preta, são bonitas e de enorme durabilidade, marcos históricos da nossa Cidade como na formação de lindos mosaicos na Praça Dom Malam, Maria Auxiliadora, Matriz e tantos outros lugares importantes de Petrolina.

A calçada portuguesa é patrimônio nosso, de povos que falam a língua portuguesa. O procedimento correto seria a recuperação dos calçamentos e não destruí-los.

Agora vem com essa conversa fiada em dizer que construiram um Shopping a Céu Aberto. Na verdade foi um abuso no uso do dinheiro público. É só aguardarmos um pouco mais para verificarmos o caos na Av. Sousa Filho com a presença das chuvas e estouramento de boueiros de esgotos.

Antonio Carlos Moura
Administrador/Ex-Vereador por Petrolina

Ex vereador Antonio Carlos Moura diz que faltou austeridade

  1. Pe. Antonio disse:

    Parabéns pelo comentario. Sem jlgar o mérito da questão porque nãi tenho como fazê-lo, estando distante de Petrolina e do Brasil, acredito que essa é a postura do cidadadão, zelar pela cidade, está atento às coisas e obras públicas, inclujisve os recusros, pois ser cidadaão é ser responsável pela cidade. Temos agora uma nova gestão municipal. É precido que a população acompanhe, fiscalize, cobre, pois esse é o papel do cidadão.

  2. marco antonio souza disse:

    meu deus blogueiro eu fico triste com as pessoas ligados a política que tem de esperar o prefeito sair para comesar a falar pois todo mundo estava vendo as falhas de Odacy e dos seus secretários mais ninguem fala na epóca e sim só depois do mandato acabar será que para fazer media com o atual.

  3. Paulo disse:

    Tradicionais (ultrapassados de plantão),
    O prefeito Odacy deixou para o comercio do centro de Petrolina uma oportunidade e uma provocação. Se liguem! O River Shoping está a pleno vapor, as filas no natal eram imensas, as lojas, mesmo vendendo mais caro, venderam absurdamente.
    Cabe aos logistas do centro, potencializarem a reforma “iniciada”: criem uma associação específica para defender os seus interesses, cobrem que o novo prefeito faça mais melhoramentos, preservem e invistam nas condições do comércio do centro.
    O Shoping a Céu Aberto foi uma semente plantada para ser regada pela inteligência dos logistas do centro…
    Caso contrário, o River Shoping continuará agradecendo a cegueira empreendedora do povo (antigo e ultrapassado) do centro.

  4. marco antonio souza disse:

    tenho certeza que a ideia era boa pena que o prefeito bonzinho enganou o povo depois que perdeu a chance da releição e modificou todos os projetos qundo alguen chama de ultrapassado alguen que fala de uma obra tão mau feita como essa veja só se batizar uma reforma na avenida (mau acabada) de construção de um shopping a ceú aberto inalgurado sem estar pronto foi mau feito devido as pressas. semente plantada sabe qual foi prejuizos devidos os transtornos das obras para o comércio a unica semente plantada foi a dor de cabeça para o novo prefeito. por exemplo a obra do mercado popular e digo mais quando chover a unica semente vai ser o prejuizo que quem vai pagar como sempre e o povo.ainda bem que entrou um prefeito competente que formou uma equipe técnica e que tem competéncia para resolver esses poblemas digo mais contra fatos não há argumentos e isso não e ser (ultrapassado ) e cobrar os nossos direitos pois talvés alguem não saiba mais quem paga a conta e o povo quantas vezes for feito e por isso que tem prefeito que não quer nem saber se ficou bom ou não principalmente os que vão sair

  5. Willson disse:

    Parábens Antonio Carlos, o seu comentário faz jus aos anseios do povo petrolinense, que ficou e ainda está em extase…Como explicar, que muitas calçadas de muitos lojistas foram demolidas, mesmo em estado de conservação muito bom, construídas recentemente, salvo engano, uma delas: a da esquina da Souza Filho com a Dom Vital, que fora reformada recentemente, para dar lugar aos “bloquetes-tijolos” de cimento, sem contar outras revestidas em pisos cerâmicos!!! Tive a oportunidade de questionar um Procurador Federal, quanto ao assunto em tela; sua resposta foi clara: “Se, constada irregularidades, os responsáveis serão punidos” (O Gestor, claro). Fico aqui pensando nos meus “botões”: Qual foi a contra-partida oferecida pelos lojistas, para se pavimentar com o dinheio público, propriedades particulares? Será que há? Havia prédios públicos nas ruas e avenidades beneficiadas? Cabe a nova gestão pública, tanto ao Executivo, Legislativo oferecerm se assim constadas irregularidades, para que o Judiciário exerça como sempe tem exercido o julgamento do mérito.
    Eita, esqueci das pedras portuguesas, meio-fio em paralelo, etc…Esta´dentro do contexto, ops.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.