Ex-secretário do Meio Ambiente de PE afirma que MPF “faz acusação irreal de peculato”

por Carlos Britto // 20 de setembro de 2021 às 18:15

Foto: O Globo/reprodução

Por meio de nota, a assessoria do empresário e ex-secretário de Meio Ambiente de Pernambuco, Sérgio Xavier, afirmou que o Ministério Público Federal (MPF) faz uma “acusação irreal de peculato” em um projeto onde não há recurso público – ao rebater a denúncia sobre supostas fraudes com recursos federais em convênios firmados pelo Ministério do Turismo (Mtur) e pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) com entidades sem fins lucrativos e empresas para promoção de eventos culturais.

Ainda conforme a assessoria, os serviços comprovadamente prestados pela empresa InterJornal, com sede em Maceió, da qual Sérgio apenas compõe o quadro de sócio, sem atuação administrativa, foram pagos por empresa privada, com produtos comprovadamente entregues, com as devidas emissões de notas fiscais e corretas transferências bancárias entre pessoas jurídicas. “Tudo correto, legal e com todas as comprovações disponíveis”, diz a nota, pode ser acessada na íntegra pelo link.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *