Ex-prefeito Diniz Cavalcante volta no tempo e afirma que eleição de 1988 era dele: “Os votos do interior sumiram”

10

Prestes a completar 92 anos de idade, o ex-prefeito de Petrolina e ex-deputado estadual Diniz Cavalcante é um baú de boas histórias. Lúcido e com uma memória invejável, Seu Diniz encontrou esse blogueiro e contou muitas histórias. E vai contar mais no Talk Show que vai participar em breve.

Mas uma história ele revela com uma ponta de tristeza. Diz que não não entende por que perdeu a eleição de 1988 para prefeito de Petrolina, quando disputou com Guilherme Coelho.

“Acho que não perdi, mas os votos sumiram. Tive 3 mil e 500 votos de frente na zona urbana de Petrolina. Quando chegaram as urnas do interior, não tive  voto. Estou dizendo que os votos não apareceram. Você acha que isso é possível?”, contou seu Diniz.

Ele ainda lembrou de várias obras na zona rural que lhe garantiriam, ao menos, o reconhecimento.

Fiz vários poços, construi e recuperei estradas, construi diversos postos de saúde, escolas. Como não apareceriam os votos? Claro que é um absurdo. Por isso digo que isso foi estranho demais”, afirmou.

10 COMENTÁRIOS

  1. E então?! Nessa época o voto era de papel, muito mais suscetível à fraudes. Se na época já tivesse o voto eletrônico, os votos não sumiriam.
    E ainda tem gente que defende o voto em papel. Não está vendo que isso só beneficia a malandragem? Ou essas pessoas são inocentes ou são tão malandras quanto os políticos.
    Voto eletrônico sim! E que se aperfeiçoe cada vez mais.

  2. CONCORDO COM O SR. , TAMBEM NÃO SEI COMO POSSIVEL A VITÓRIA DE HENRIQUE SOBRE FBC SER REVERTIDA ATRAVÉS DE UMA RECONTAGEM DE VOTOS, COMANDADA PELO O ENTÃO INFLUENTE PAULO COELHO, POR UMA DIFERENÇA INACREDITAVEL DE QUATROCENTOS E POUCOS VOTOS.

  3. Bem, o que sei do Sr, Diniz Cavalcante, é que grandes obras foram feitas no seu mandato: aeroporto, viaduto Barranqueiros, CEAPE, rodoviária… e por aí vai…. Respeitem esse senhor….

  4. Petrolina e seus mistérios. Uma rádio (GR) anunciava vitória de Henrique Cruz e a outra (ER) a vitoria de FBC, com uma urna impugnada e uma diferença de 227 votos pró Fernando em 1992… Foi uma noite histórica na frente da antiga Biblioteca Municipal. Com relação a vitória Guilherme sobre Diniz em 1996 é fato… enquanto a grande diferença de votos caia, a multidão em frente da antiga Biblioteca Municipal entoava a música “cai cai balão, cai aqui na minha mão. ..”. Reitero meu respeito ao grande ex-prefeito Diniz Cavalcante, apenas deixo um relato para muitos que não sabem sobre os fatos marcantes da própria cidade natal.

  5. As urnas eletronicas não tem nada de seguras e sao fraudadas facilmente pesquisem e comprovem.
    Não é atoa que o Brasil e o unico lugar do mundo que faz o uso da mesma.

    • Na Venezuela tem voto impresso, impediu a corja socialista de fraudar as eleições? Engraçado que desde que as urnas eletrônicas foram adotadas no Brasil, vários presidentes foram eleitos e reeleitos, 2 impeachments, mas só agora a urna é considerada fraudulenta? Ah faça me um favor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome